Início Destaque Homem que estuprou, roubou e tentou matar vizinha, é preso em Manaus

Homem que estuprou, roubou e tentou matar vizinha, é preso em Manaus

107
0
Foto: Divulgação
Na quarta-feira (19), por volta das 11h, policiais civis da 4ª Seccional Oeste e do 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriram mandado de prisão preventiva em nome de Fernando Henrique Cardoso, 26, conhecido como “Gordo”, por ter estuprado, roubado e tentado matar a própria vizinha, uma enfermeira de 55 anos. O crime ocorreu na madrugada de 13 de fevereiro deste ano, por volta das 1h, na residência da vítima, situada no bairro Vila da Prata, na zona oeste de Manaus.
A ação policial, que culminou na prisão do infrator, foi coordenada pelos delegados Rodrigo Barreto e Ricardo Leite, titulares, respectivamente, da 4ª Seccional e 21º DIP. Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (20/02), às 11h, no prédio do 21º DIP, o delegado Barreto explicou que o indivíduo foi preso na avenida Paraguaçu, no mesmo bairro e zona em que o crime ocorreu. Conforme o titular da Seccional Oeste, Fernando invadiu a residência da vítima durante a madrugada.
“Na ocasião do crime, a vítima estava dormindo, quando acordou assustada com o indivíduo em cima dela, tentando esganá-la, momento em que ela tentou reagir, mas não conseguiu e ficou desacordada. Horas depois, a enfermeira acordou novamente, e percebeu que os lençóis da cama, onde dormia, estavam sujos de fezes. A princípio, a vítima acreditou que teria tido um pesadelo, mas quando foi ao banheiro e percebeu que estava com marcas vermelhas pelo corpo, e com a língua e os olhos escuros, passou a cogitar que poderia ter sofrido um infarto”, explicou Barreto.
Segundo o delegado, ao verificar a sala da casa, a enfermeira constatou que a porta da residência estava arrombada e que alguns pertences dela haviam sido subtraídos. Diante disso, a mulher procurou as autoridades policiais, para realizar, inicialmente, um Boletim de Ocorrência (BO) por latrocínio tentado. Entretanto, após oitivas, os investigadores do 21º DIP requisitaram exames de conjunção carnal e coito anal, além de perícia no local em que o fato ocorreu.
Barreto destacou que os procedimentos foram realizados e confirmaram que a vítima foi, também, abusada sexualmente. Durante o andamento das investigações, o paradeiro do infrator foi localizado por meio das imagens das câmeras de segurança de imóveis próximos à residência da enfermeira, que registraram o momento exato em que “Gordo” adentrou à casa dela.
“Por morar em frente da casa da vítima, o infrator a conhecia há bastante tempo. Confrontando com as imagens que registraram a entrada e saída de uma pessoa na casa da mulher, na madrugada em que o crime ocorreu, Fernando admitiu que era ele, mas negou que tenha cometido qualquer delito”, afirmou a autoridade policial.
Procedimentos – Fernando foi indiciado por estupro e latrocínio tentado. A ordem judicial em nome dele foi expedida na última terça-feira (18/02), pela juíza Sabrina Cumba Ferreira, do Plantão Criminal. Após os procedimentos cabíveis no 21º DIP, ele será levado para a audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital.
*Com informações da Assessoria 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui