Início Cidade Após fiscalizarem escolas, deputados apoiadores de Wilson Lima aprovam volta às aulasTudo...

Após fiscalizarem escolas, deputados apoiadores de Wilson Lima aprovam volta às aulas
Tudo limpo e preparado

1618
2

Parlamentares capitaneados por Alessandra Campêlo e Terezinha Ruiz visitaram, na tarde desta terça-feira (04/08), duas unidades de ensino da rede pública estadual que retornam às atividades presenciais no próximo dia 10 de agosto, em Manaus. As visitas aconteceram nas escolas Frei Mário Monacelli e Roderick de Castelo Branco, nas zonas norte e leste, respectivamente, e serviram para que os deputados estaduais fiscalizassem as unidades para a volta às aulas. Ao lado do secretário de Educação, Luis Fabian, eles não viram problema nenhum nas unidades. “Nós verificamos, hoje, que todas as providências e todos os protocolos que a Seduc se comprometeu estão sendo executados”, afirmou a deputada Terezinha Ruiz.
Apesar da gritaria geral e da decisão do Sindicato de não voltar à sala de aula, para os “fiscais” está tudo certo e não há perigo. “Não tem nem papel higiênico nas escolas, imagina álcool gel, questionou semana passada a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM), Ana Cristina Rodrigues.

De acordo com o release oficial do Governo do Amazonas, a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) em razão das regiões concentrarem a maior quantidade de estudantes na capital.  Inicialmente as aulas voltam em 123 unidades da capital, totalizando 110 mil alunos. “Nós conseguimos um recurso junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e realizamos uma licitação pública nacional, nos moldes exigidos pelo Banco, para aquisição de EPIs dos mais variados gêneros, incluindo mais de um milhão de máscaras em tecido lavável e antimicrobiano, com três camadas de proteção”, destacou Fabian.

2 COMENTÁRIOS

  1. De 123 escolas que retornarão, visitaram somente duas que foram preparadas para recebê-los já foi o suficiente para avaliar a seguridade de todos os envolvidos. É muita falta de compromisso com a população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui