Início Destaque Arthur cobra atitude de Wilson para evitar saída da Petrobras do AmazonasPrefeito...

Arthur cobra atitude de Wilson para evitar saída da Petrobras do Amazonas
Prefeito afirma que situação é grave

302
0

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, foi às redes sociais neste domingo cobrar do Governo do Estado a iniciativa de chamar a Petrobras para uma conversa e evitar que a empresa cumpra o anúncio feito no fim de semana de deixar o Amazonas. “É muito grave para o Amazonas a saída da Petrobras, perder os investimentos em Urucu em um momento de economia combalida, é o pior para o nosso Estado, uma situação que nos esvazia. Tem que buscar (o Governo do Amazonas) um  entendimento para que os dois possam lucrar, explorando de forma sustentável a região mais promissora do Brasil”, finalizou Virgílio.

Wilson Lima não se mostrou interessado em tentar evitar a saída da Petrobras. Apenas se limitou a avaliar que é preciso mantar os investimentos durante a transição, deixando a entender que já se conformou. “A preocupação que nós temos é a de que não haja descontinuidade da exploração. Estamos pleiteando junto ao Ministério das Minas e Energia o compromisso de que a Petrobras mantenha os investimentos e a produção durante processo de transição para o novo investidor que vai assumir as operações no campo de Urucu”, afirmou Wilson Lima.

Petrobras colocou Urucu à venda

 

A saída da Petrobras de Tefé e Coari deve gerar um impacto sem precedentes na economia. “A Petrobras é uma das maiores empresas do Brasil, ou até da América Latina, e não pode sair da região mais fundamental para o país. Ela [Petrobras] ajuda a preservar a Floresta Amazônica em pé, está presente em mais de 350 quilômetros quadrados. Sair daqui não me parece uma ideia muito inteligente”, completou Arthur Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui