Início Destaque Arthur decreta luto pelas 100 mil mortes por Covid e culpa Bolsonaro

Arthur decreta luto pelas 100 mil mortes por Covid e culpa Bolsonaro

208
0

O Brasil ultrapassou no último sábado, 8/8, a marca de 100 mil mortes pela Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Nesta segunda, Arthur Virgílio Neto, decretou luto oficial de três dias na cidade. “Cem mil mortes não é apenas um número, e alto número registre-se, são vidas de pessoas que partiram de forma inesperada. São pais, mães, avós, filhos e filhas que não tiveram uma segunda chance contra esse vírus terrível. É uma triste estatística que poderia ser evitada, se todas as medidas preventivas fossem tomadas desde o início, mas faltou liderança. Quem deveria ser exemplo para a nação e guiá-la por um caminho seguro foi imprudente e insensato. Por isso, considero o presidente Jair Bolsonaro corresponsável por essas mortes”.

Arthur é crítico ácido de Bolsonaro, principalmente após ser xingado de “prefeito de bosta” pelo presidente, por causa das covas coletivas. “São pessoas que, literalmente, dão a vida para salvar outras. Muitos profissionais da saúde de todo Brasil acabaram morrendo pelo próprio vírus, por estarem atuando para salvar vidas, são verdadeiros heróis. Sou muito grato a todos esses profissionais”, destacou o prefeito Arthur.

Apesar da diminuição do número de casos em Manaus, o prefeito tem reforçado à população o alerta de que o vírus ainda circula. “O coronavírus não acabou. São mais de 3,3 mil mortes no Amazonas e ainda temos mais registros diários. Muitos estão agindo como se a vida já estivesse voltado ao normal, mas não voltou.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui