Início Destaque MANAUS SELVAGEM: Primeiro bate, mata e depois pergunta ser era bandido!

MANAUS SELVAGEM: Primeiro bate, mata e depois pergunta ser era bandido!

1185
0

Duas ações populares chamaram a atenção em Manaus neste domingo. Na primeira, no União da Vitória, um homem foi morto com seis tiros. Era acusado de abusar da filha de 2 anos. Assim que a notícia saiu, choveram corações nas redes sociais e aplausos. Horas depois, descobriu-se que ele era inocente. A própria ex-mulher chegou ao local do crime e disse que ele foi inocentado após exames no IML, e que a filha nem mesmo foi estuprada. Tudo era um engano. Mas aí a vítima já estava morta, no IML. E o justiceiro deu no pé.

Mais tarde, no Jorge Teixeira, um rapaz foi espacando em frente à feira do produtor. Teria tentado roubar um celular. Agonizando e cheio de sangue, foi levado pelo Samu. Assim que acabou o espancamento, foram olhar no bolso dele. Não tinha celular nenhum.

Porcuraram a vítima do assalto. Mas também não havia vítima. Alguém gritou pega ladrão? Foi tudo um engano? Ninguém sabe. Quem bateu não sabe. Nem quem apanhou. A mais absoluta ausência do Estado, de segurança pública e o medo, estão levando Manaus a virar uma nova Esparta.

Vivemos numa cidade selvagem. Que aplaude a violência. E ainda tem pressão para liberar o porte de arma. Primeiro a gente mata. Depois a gente pergunta.

Tá certo isso?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui