Início Destaque Pão e circo: o “novo” jeito de fazer política no AmazonasMais do...

Pão e circo: o “novo” jeito de fazer política no Amazonas
Mais do mesmo

392
0

De um lado o governador Wilson Lima ataca com Gusttavo Lima. Do outro David Almeida lança Luan Santana. Enquanto isso, nas ruas, o povo tropeça em buracos, o número de homicídios no Amazonas dispara, profissionais de Saúde protestam por salário, o cidadão passar horas numa parada de ônibus esperando o “milagre” passar. O ano letivo acabou e mais uma vez ninguém aprendeu nada. 2021 está acabando e o amazonense redescobriu esta semana que “o jeito novo de fazer política” foi copiado do perverso método romano: pão e circo para o povo.

Só migalhas!

Nas redes sociais muita publicidade. Fotos de políticos segurando cartões gigantes, entregando cestas báscias para famintos, usando a imagem de pessoas que não têm mais nada a perder.

Nem parece que no começo do ano o Amazonas viveu o inferno. Gente morrendo asfixiada, sem leito de UTI no interior.

Gente desesperada correndo na rua atrás de um cilindro para salvar seu parente da morte.

Ser humano morrendo sem ar no Amazonas.

Gusttavo Lima e Luan Santana podem até vir a Manaus, cantar o chifre, a cachaça, cultuar a ignorância cultural da população.

Faturar mais algumas centenas de milhares de reais do dinheiro público.

Mas no outro dia eles vão embora.

E a realidade bate na porta.

A esmola do cartão usado para perpetuar a dependência do povo também acaba rápido.

E oficializa a eterna miséria.

O poder do político sobre o eleitor.

Quando o show de horror acabar, o pão não vai matar a fome.

E a lona do circo vai desabar.

Em cima da cabeça do pobre.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui