Início Destaque Polícia prende maníaco que estuprou adolescente de 16 anos em Novo AirãoNa...

Polícia prende maníaco que estuprou adolescente de 16 anos em Novo Airão
Na ocasião do crime, ele alegou que estava lançando uma marca de roupas de ginástica e propôs a ela fazer uma sessão de fotos com as peças

240
0
Foto: Ilustração

Policiais civis da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), coordenados pela delegada Roberta Merly, titular da unidade policial, prenderam, nesta terça-feira (08/12), por volta das 17h, um homem de 33 anos, por abusar sexualmente de uma adolescente de 16 anos. O crime foi praticado no mesmo dia, em um ramal da estrada do município de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus).

Conforme a delegada Roberta Merly, a adolescente compareceu juntamente com a mãe dela na DEP, informando que havia sido vítima de estupro. Ela relatou que já conhecia o indivíduo, pois eles frequentam a mesma igreja na cidade. Na ocasião do crime, ele alegou que estava lançando uma marca de roupas de ginástica e propôs a ela fazer uma sessão de fotos com as peças e, pelo fato dela precisar do dinheiro, aceitou o trabalho.

“Sendo assim, eles marcaram às 15h, um ponto de encontro em um posto de combustível que fica na estrada de Novo Airão. Em seguida, seguiram até o local para fazer as fotos, porém, ela achou estranho pois o lugar parecia um sítio abandonado e não havia ninguém além deles. Mesmo assim, ela colocou a roupa para iniciar as fotos, momento em que ele a agarrou e praticou o crime”, explicou a delegada.

Delegada Roberta Merly (Foto: Divulgação/ PC-AM.)

A autoridade policial destacou que, diante das informações, os policiais seguiram em diligências e conseguiram localizá-lo e prendê-lo, por volta das 17h, na própria casa dele, no bairro Biribiri, em Manacapuru.

Flagrante

Conduzido a DEP, ele foi autuado pelo crime de estupro. Ao término dos trâmites cabíveis, ele irá permanecer custodiado na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça.

*Com informações da Polícia Civil 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui