Início Destaque Homem usava APP de relacionamento para aplicar golpes em ManausOs golpes eram...

Homem usava APP de relacionamento para aplicar golpes em Manaus
Os golpes eram aplicados depois que o indivíduo escolhia um alvo

216
0
Foto: Reprodução/Internet

Nesta sexta-feira (24), por volta das 7h30, uma ação integrada entre as equipes de investigação do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e do 14º DIP resultou no cumprimento do mandado de prisão preventiva em nome de Kaio da Costa Oliveira, 34, investigado por aplicar golpes contra várias vítimas, utilizando um aplicativo de relacionamento.  A prisão ocorreu na rua da Frigelo, bairro Flores, na zona centro-sul da capital.

A ação policial teve a coordenação da delegada Deborah Barreiros, titular da 5ª Seccional centro-sul, e dos delegados Mauro Soares e Christiano Castilho, titulares do 12º e 14º DIP, respectivamente.

De acordo com a delegada Deborah Barreiros, as investigações em torno da ocorrência apuraram que os golpes eram aplicados depois que o indivíduo escolhia um alvo, por meio de um aplicativo de relacionamento, e passava a manter contato com a vítima.

Foto: Divulgação

Após adquirir certa intimidade, o infrator alegava que era funcionário de multinacionais e oferecia emprego às vítimas nos Estados Unidos. “Kaio solicitava que as vítimas emitissem passaporte e o visto. Para a obtenção dessas documentações, ele oferecia ajuda nos trâmites, e era exatamente nesse momento que o indivíduo cobrava, das vítimas, valores que variavam entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil para, supostamente, agilizar os procedimentos na Polícia Federal (PF). No entanto, depois de receber a quantia, o infrator deixava de manter contato com as vítimas”, explicou a titular da 5ª Seccional.

Segundo Deborah, somente no 14º DIP foram registrados mais de cincos Boletins de Ocorrência (BOs) apontando Kaio como o autor do mesmo golpe contra diferentes vítimas. Diante de reiteradas denúncias e com o andamento de intensas investigações, o delegado Christiano Castilho ingressou com o mandado de prisão em nome do homem, que foi expedido no dia 23 de março deste ano, pela juíza Lina Marie Cabral, da Central de Inquéritos.

Prisão

O delegado Mauro Soares informou que após obterem informações, por meio de denúncia anônima, a equipe daquela unidade policial conseguiu localizar o paradeiro do infrator, o que possibilitou o cumprimento do mandado de prisão em nome dele.

Procedimentos

O homem foi indiciado por estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde deverá passar por audiência de custódia via videoconferência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui