Início Destaque Wilker Barreto afirma que deputados viraram as costas para os amazonensesSinal de...

Wilker Barreto afirma que deputados viraram as costas para os amazonenses
Sinal de pequenez

433
0

Em votação na manhã desta terça-feira (14), a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) definiu os nomes dos deputados que irão compor a presidência e a relatoria da Comissão Especial do Impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e do seu vice, Carlos Almeida (PTB). Ferrenhos defensores do governo, os deputados Alessandra Campêlo (MDB) e Dr. Gomes (PSC) foram eleitos, respectivamente, para ocupar os cargos da comissão que irá analisar as denúncias de afastamento dos gestores do Estado pelos crimes de responsabilidade.

Para o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), a escolha de aliados do atual governo para liderarem uma comissão processante de impeachment é um gesto “pequeno” da Assembleia para a sociedade amazonense.

“Para nossa tristeza, a Assembleia deu uma demonstração de pequenez para a sociedade ao votar em uma presidente e em um relator totalmente governista. O correto seriam nomes mais neutros possíveis para julgar o pedido de impeachment. Eu votei pela isenção, mas infelizmente a grande maioria desta Casa ainda dá um triste exemplo do que acontece no Amazonas e a vontade das ruas não ecoam neste Poder”, afirmou o líder da oposição no Parlamento, que votou no deputado Felipe Souza (Patriotas) para presidência e Fausto Júnior (PRTB) para a relatoria da comissão.

DESGOVERNO

O parlamentar ressaltou que o papel principal da Assembleia é fiscalizar o Governo e dar voz e vez para os clamores da sociedade amazonense.

Aliada de Wilson Lima, Alessandra Campêlo vai presidir impeachment

“Esta Casa deveria andar do lado da ética, da moral e do que o povo do Amazonas quer e necessita. Nós temos o dever de colocar para fora um governador e um vice que comanda uma organização criminosa, como bem falou a PGR (Procuradoria-Geral da República), que ceifa vidas nos hospitais, que não paga os profissionais da saúde e que trabalha em conluio para fortalecer um câncer que é a corrupção no Estado. A Assembleia deveria devolver a esperança ao povo do Amazonas, que tem o direito de tirar este desgoverno que deixou o Estado em colapso”, esbravejou Wilker.

Para o cargo da presidência da Comissão, concorreram Alessandra Campêlo e Felipe Souza. Foram nove votos a favor da parlamentar, contra seis do deputado e uma abstenção de Saullo Vianna (PTB). Para a relatoria, Dr. Gomes e Fausto Júnior disputaram o cargo, com vitória do aliado de Lima na Aleam por 10 votos, contra seis recebidos de Fausto, com uma abstenção de João Luiz (Republicanos).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui