Início Cidade Adrianópolis lidera casos de coronavírus

Adrianópolis lidera casos de coronavírus

240
0
Fonte: FVS-AM

Dados da FVS-AM divulgados no site da Fundação permitem traçar um perfil da Covid-19. Chama atenção da presença nos bairros de Manaus, do avanço no interior e da quantidade de internados. Confira os dados principais:

MANAUS

Em Manaus os casos confirmados de COVID-19 estão distribuídos em 56 bairros, o que corresponde a 88% dos bairros da cidade. O bairro de Adrianópolis, apresenta o maior número de notificações com 39 casos. Seguido dos bairros, Parque 10 de Novembro (25) e Ponta Negra (23).

TAXA

A incidência de COVID-19 no estado do Amazonas é de 21,7 casos por 100.000 habitantes. Os municípios de Manacapuru e Manaus apresentam as maiores taxas, com 49,3 e 36,7 casos por 100 mil habitantes, respectivamente.

15% EM ESTADO GRAVE

Dos 899 casos confirmados de COVID-19 no Amazonas, 135 casos (15 %) desenvolveram a forma grave da doença, necessitando de internação hospitalar, sendo considerados portanto uma Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada pelo Novo Coronavírus. Dos pacientes que encontram-se internados em 09/04/2020, 46,6% (63/135) estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Fonte: FVS

ÓBITOS

Até a presente data foram registrados 40 óbitos por COVID-19 no estado do Amazonas, apresentando letalidade de 4,4%. Do total de óbitos, 33 (82,5%) deles foram de residentes da capital Manaus, 3 (7,5%) do município de Manacapuru, 2 (5,0%) de Parinns e, de Manicoré e Novo Airão, houve 1 (2,5%) óbito de residente de cada município.

15 MUNICÍPIOS

No dia 13/03/2020, foi confirmado o primeiro caso da COVID-19 no estado do Amazonas. Até o dia 09/04/2020, foram confirmados 899 casos da COVID-19, provenientes de 15 municípios no estado do Amazonas, sendo 800 (89,0%) casos de residentes da capital Manaus e 99 casos do interior do estado. Entre os municípios do interior do estado, Manacapuru apresenta a maior frequência de casos, com 48 (5,3%) casos, seguido dos
municípios de Iranduba e Itacoaara, com 11 (1,2%) casos confirmados em cada um desses municípios.

ENTRE 40 E 59 ANOS

Considerando o perfil dos pacientes que desenvolveram casos graves de COVID-19, observa-se predomínio de pacientes do sexo masculino 63,0% (76/135). Em relação a faixa etária, destaca-se adultos com idade entre 40 a 59 anos, com 43,7% (59/135) dos casos internados, seguido de pessoas com idade acima de 60 anos, com 38,5% (52/135) das internações.

Em relação aos óbitos por COVID-19, o grupo mais acometido foram pessoas com idade acima de 60 anos, com 60% (24/40) dos óbitos, seguido do grupo de pessoas com idade entre 40 e 59 anos, com 37,5% (15/40) dos óbitos.

CRESCIMENTO

O maior número de registros ocorreu na última semana epidemiológica (SE 15), quando foram notificados 588 casos da doença (Figura 2). O décimo caso da doença no Amazonas foi registrado 10 dias após a confirmação do primeiro caso.

No vigésimo dia de transmissão da doença já haviam 200 casos confirmados no estado. O primeiro óbito pela doença ocorreu no dia 24 de março, 12 dias após o primeiro caso confirmado. No dia 9 de abril, foi registrado o maior número de óbitos, com 33 ocorrências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui