Início Cidade MP volta à Justiça para pedir lockdown em ManausRecurso contra primeira decisão...

MP volta à Justiça para pedir lockdown em Manaus
Recurso contra primeira decisão

286
0

Diante do indeferimento, por parte da Justiça estadual, da Ação Civil Pública que requeria a adoção do lockdown na cidade de Manaus, o Ministério Público do Amazonas, através dos Promotores de Justiça  que subscreveram a ação, informa que vai recorrer da Decisão. O Ministério Público do Amazonas (MPAM) entende que os números que estão sendo divulgados, diariamente, sobre o avanço da pandemia no Estado e a ascendência da curva de contaminação da COVID 19 consistem em razão suficiente para a adoção do lockdown. A Justiça entendeu que não é hora. O pedido foi feito pela promotora Leda Albuquerque.

Em 24 horas, o Amazonas registrou 1134 novos casos confirmados e 102 óbitos. “Esses números apontam para a imperiosa adoção de medidas mais extremas, com o objetivo de conter a proliferação do vírus no Estado. O recurso será interposto como forma do Ministério Público do Amazonas reafirmar seu compromisso com a defesa da vida, da saúde e dos direitos coletivos”, diz a nota do MP.

O juiz Ronnie Frank Torres Stone indeferiu o pedido do Ministério Público para que governador e prefeito decretasse bloqueio total em Manaus por dez dias, o chamado lockdown.  Ele afirma que por enquanto não há elementos que façam jus ao pedido.

Arthur Neto disse que é preciso “cuidado” com o lockdown e Wilson Lima disse que dividiria as responsabilidades com a Prefeitura. Ambos defendem medidas mais rígidas, mas sem lockdown.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui