Início Destaque Parintinense com tumor na cabeça pede socorro no Face

Parintinense com tumor na cabeça pede socorro no Face

480
0

Um apelo dramático feito no Face por uma jovem de Parintins criou uma rede de mobilização nas redes sociais do Amazonas. Raylane Pantaleão, 22, mãe, sem emprego e com um tumor incurável na cabeça, chegou a Manaus nesta quarta-feira para realizar exames fundamentais na luta dela pela vida.

Portadora da Doença de Paget e de displasia fibrosa desde a infância, Raylane toma remédios para diminuir as dores na cabeça, mas já perdeu parte da visão. A única coisa que ela pode fazer é analisar a doença por exames e tomar remédios. Se fizer a cirurgia pode perder totalmente a visão e ficar surda. Além disso, o tumor voltará com o tempo. “Não tenho dinheiro nem para pegar um ônibus. Depois da gravidez o tumor aumentou e as dores também”, contou ao Manaós.

Na terra de Garantido e Caprichoso, e em todo o Amazonas, as pessoas fizeram uma vaquinha para a moça realizar seus exames em Manaus. Mãe de um menino de um ano, ela espera controlar as dores com remédios. “Só tenho a agradecer a quem me ajudou. Muitos nem me conhecem. Agradeço a Deus. Mas a luta continua”, disse.

visão, mãe de um filho de um ano e desempregada, a moça precisa vir a Manaus urgentemente para a realização de exames e foi às redes sociais relatar que não tem condições nem de deixar a terra dos Bois. Raylane faz tratamento no Hospital Regional Jofre Cohen, mas agora precisa fazer ressonância magnética, tomografia, raio x, entre outros. “Estávamos planejando fazer uma rifa beneficente , mas fomos pegos de surpresa quando me ligaram do Jofre dizendo pra eu ir na minha consulta em Manaus dia 21 e eu não tenho dinheiro pra nada, nem pra me manter, nem pra pagar passagem de ônibus”, disse Raylane.

A mãe, Clarete dos Santos Pantaleão, 49, criou uma conta na Caixa, agência 0715, operadora 013 conta 00018636-7, e disponibilizou o telefone +55 92 9535-7441 para quem tiver vontade de ajudar.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui