Início Esporte Abel cobra premiação do Flamengo

Abel cobra premiação do Flamengo

386
0
Foto: Reprodução/Internet

A discussão em torno das premiações a serem pagas pela diretoria do Flamengo por conta dos títulos de 2019 ganhará novo capítulo após o recesso forense.

É que o técnico Abel Braga decidiu ir à Justiça atrás do que julga ter direito: sua cota-parte nos prêmios da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

Ele dirigiu o time rubro-negro por seis jogos dos 38 do campeonato nacional e também por seis dos treze disputados no torneio continental.

O caso será entregue aos cuidados de Paulo Reis, advogado vascaíno da esfera trabalhista.

A premiação extra paga por grandes conquistas é praxe nos contratos dos técnicos.

E o que unia o Flamengo a Abel Braga não era diferente.

Contratado em janeiro e demitido no final de maio, ele teria direito a bônus a cada troféu erguido em âmbitos nacional e internacional.

Com ele, o time chegou a ganhar a amistosa Copa da Flórida, a Taça Guanabara e o Estadual.

Mas o treinador saiu em maio, após a sexta rodada do Brasileiro, deixando o clube nas quartas da Copa do Brasil e nas oitavas da Libertadores.

Numa, o Flamengo foi eliminado pelo Athlético-PR nas quartas.

Mas no torneio da Conmebol, chegou ao título.

E Abel acha ter direito à parte do prêmio.

Abel deixou o Flamengo dizendo ter sido traído pelos dirigentes que foram atrás de Jorge Jesus antes de demiti-lo.

E sua saída é festejada pelos rubro-negros até hoje, embora o saldo do time sob seu comando não tenha sido de todo ruim.

Em 28 jogos oficiais, foram 18 vitórias, seis empates e quatro derrotas – aproveitamento de 64%, com 54 gols marcados e 24 sofridos.

Há muita mágoa envolvida e por isso, Abel quer receber tudo que julga estar no contrato.

Mas o pleito é polêmico.

Advogados dizem que o mais provável é que o técnico tenha direito a 6/13 da prêmio da Copa do Brasil e 6/38 do Brasileiro.

Fonte: Extra 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui