Início Cidade Amazonas perde escritora infantil Ana PeixotoNatural de Manaus era licenciada em Filosofia...

Amazonas perde escritora infantil Ana Peixoto
Natural de Manaus era licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas. Suas obras valorizam o regional e o meio ambiente

1955
0
Foto: Redes Sociais

Ana Maria Souza Peixoto, dona de uma alegria única e um dom para poucos ‘Escrever”. Histórias infantis era sua paixão. Figura sempre lembrada nas escolas, era sempre homenageada na Semana da Literatura Amazonense. Amava visitar as escolas públicas de Manaus e ler para as crianças. Infelizmente, perdeu a batalha para a Covid-19 nesta quinta-feira (10), no Hospital Delphina Aziz, após longos dias de internação.

Natural de Manaus era licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas. Suas obras valorizam o regional e o meio ambiente.

Obras publicadas

Naturalmente Amazonas – Noções de Geografia;

Quintal – um lugar para ser feliz;

Histórias de bichos da Amazônia;

Sapos no quintal;

Os animais do meu quintal e As frutas do meu quintal.

Foto: Redes Sociais

Amigos, seguidores e admiradores de suas obras lamentaram nas redes sociais.

“A luz da Ana Peixoto
ganhou nova dimensão
saiu do campo terrestre
para a paisagem celeste
pra brilhar na imensidão.

Com os olhos marejados
no peito um bolo de dor
já vou regando a saudade
de uma amiga de verdade
que retorna ao Criador.

Adeus amiga querida
neste momento de dor
meu abraço de ternura
e na tua sepultura
um ramalhete de flor.”, escreveu Celdo Braga.

Foto: Redes Sociais

A Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos – ABEPPA, publicou nota de falecimento.

“É com desmedido pesar que comunicamos o falecimento da nossa querida irmã, escritora, poeta, membro e amiga Ana Peixoto 😢, ocorrido hoje, 10 de setembro, no Hospital Delphina Aziz, onde a escritora estava internada há dias. Após uma batalha hercúlea pela vida, contra o Covid-19, Aninha partiu para os braços do Eterno, enlutando a todos nós e deixando uma imensa lacuna no futuro da literatura amazônica, pela qual ela tanto lutou. A autora deixa um grande e admirável legado de muitas obras dedicadas ao público infantojuvenil, e nos honrava muito tê-la conosco nos quadros na ABEPPA. Em nome desta Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos – ABEPPA, e da Academia de Letras e Culturas da Amazônia – ALCAMA, lamentamos tão irreparável perda, e rogamos ao Eterno que console sobretudo os familiares 🙏😥. Obrigado, Ana Peixoto, por tudo o que o teu talento proporcionou para o crescimento da nossa Amazônia. Além de grande e exuberante escritora, sempre estarás em nossos corações como uma amiga doce e cheia de luz. Para sempre te amaremos. Descanse em paz! 🙏

#Luto

Amiga próxima da escritora, a professora Marcia Rebelo da Escola Municipal Imaculada Conceição, confidenciou que Ana era simples e amava a natureza.

“Amava o quintal,as frutas e os animais dela. Por isso escreveu esse livro: As frutas do meu quintal. Ela tem um poema em forma de música que se chama Floresta, está no YouTube. Ano passado fizemos uma homenagem para ela [Ana], ficou encantada, amou!.”

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui