Início Cidade Com a confirmação de quatro casos de sarampo, população deve buscar vacinação

Com a confirmação de quatro casos de sarampo, população deve buscar vacinação

295
0

FVS-AM reforça que, mesmo fora do período de mobilização, a vacina permanece disponível durante todo o ano nas UBSs dos municípios

A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) reforça a importância da população em buscar se imunizar contra o sarampo, após quatro casos da doença confirmados na capital do Amazonas, entre janeiro e fevereiro deste ano.

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, lembra que há em andamento uma campanha nacional de vacinação contra o sarampo, e que, mesmo fora do período de mobilização, a vacina permanece disponível durante todo o ano nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos municípios.

“É fundamental que cada um faça a sua parte para se proteger contra o sarampo. Vivenciamos um intenso surto de sarampo em 2018, contornado com a vacinação em massa da população atingida, mas devemos continuar vigilantes. A vacina é a única forma de prevenção”, orienta Rosemary.

A FVS-AM informou nesta quarta-feira (11/03) que, em 2019, o estado do Amazonas tem 34 casos notificados da doença (que ainda dependem de confirmação). Desses, 28 são em Manaus, dois (2) em Manicoré, um (1) em Careiro Castanho, um (1) em São Gabriel da Cachoeira e um (1) em Carauari.

“Estamos com campanha contra sarampo e, em paralelo a isso, a tríplice viral está disponível para o público de 6 meses a 59 anos, em todas as unidades de saúde, na capital e no interior, no esforço coletivo para aumentar a cobertura vacinal”, informa Rosemary.

A diretora-presidente da FVS-AM ressalta que o sarampo é uma doença perigosa, que pode levar à morte, principalmente entre crianças. A doença também pode deixar sequelas graves nos sobreviventes, motivo por que a vacinação merece atenção da população.

“Foi emitida uma nota técnica aos municípios para o reforço na vigilância do sarampo, e, assim, de forma oportuna, evitar um novo surto da doença no estado”, afirma Rosemary. O último caso de sarampo confirmado no Amazonas foi em janeiro de 2019.

Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da FVS-AM, Izabel Nascimento, há doses de vacina em todas as unidades de saúde, e que a população precisa procurar esses postos de vacinação para ampliar a imunização.

“O setor saúde faz um apelo à população e, principalmente, aos pais e responsáveis por crianças e adolescentes, que compareçam às unidades de saúde para serem vacinados”, reforça Izabel.

Casos confirmados – Dos quatro casos confirmados, em Manaus, três são em pacientes na faixa etária de 15 a 26 anos, e um em uma criança de 8 meses de idade, todos do sexo masculino.

O paciente de 15 anos é considerado como caso “importado”. Isso porque ele retornou de viagem da Europa apresentando os sintomas da doença.

Dados – O Amazonas estava há um ano sem registrar casos de sarampo. Os últimos casos registrados tinham sido em janeiro do ano passado.

Em todo o ano de 2019, foram quatro casos de sarampo, sendo três em Manaus e um em Coari.

Em 2018, quando o país viveu um surto da doença, o estado registrou 9.809 casos confirmados, em 50 cidades.

A doença – O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. É altamente contagiosa. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui