Início Destaque Diretor do Samu afirma que ambulâncias vagam com doentes à espera de...

Diretor do Samu afirma que ambulâncias vagam com doentes à espera de leitos
Manaus não tem mais vagas nos hospitais diante da epidemia de Covid-19

194
0

Imagina uma ambulância do Samu vagando por Manaus, de madrugada, com um doente de Covid-19, à procura de leitos. É o que está acontecendo. A informação é do médico Ruy Abraim, diretor do Samu, “As unidades estavam de portas fechadas e não aceitavam mais nenhum paciente. Oito pessoas passaram a madrugada dentro de ambulâncias à espera de vagas em leitos”.

O médico afirma que vive uma situação de guerra diante da pandemia de Covid-19. “”Nunca aconteceu nada igual”, afirmou. O carros ficam perambulando atrás de leitos e recebendo não como resposta. “Hoje, podemos classificar a nossa situação, e acho que de todas: à beira do desespero. Muito complicado. Estamos com uma sobrecarga muito grande, mas, o maior problema é pegarmos os pacientes, atender e aí não ter vagas em unidades para receber essas pessoas. Está tudo lotado”, disse Ruy.

A Susam afirma que o sistema está no limite e corre atrás de abrir mais vagas. “O nosso material está ficando retido nas unidades. Você chega lá [no hospital] não tem leito, não tem oxigênio, nossos cilindros estão ficando em hospitais e com isso, nossas ambulâncias ficam inoperantes”, completou.

O Samu tem 25 ambulâncias, 900 funcionários, só que 100 estão afastados por infecção pela Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui