Início Destaque Em Manacapuru, polícia caça e encontra 600 quilos de maconha dentro de...

Em Manacapuru, polícia caça e encontra 600 quilos de maconha dentro de embarcação

108
0
Foto: PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), deflagrou, neste domingo (18/04), por volta das 11h, operação policial que resultou na prisão de dois indivíduos e na apreensão de cerca de 600 quilos de maconha do tipo skunk, avaliados em R$ 6 milhões. A droga foi apreendida em uma embarcação nas proximidades da comunidade do Jacaré, no município de Manacapuru (distante 68 quilômetros da capital).

A ação contou com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), Grupo Especial de Resgate e Assalto (Fera), Delegacia Fluvial (Deflu) e agentes da Receita Federal (RF).

O delegado-geral adjunto, Tarson Yuri, destacou a conquista de mais uma ação bem executada pelas equipes policiais da Especializada. “Estamos aqui para apresentar à população o resultado de mais um trabalho excelente feito pelos policiais civis do Denarc. Ressalto que esse é o nosso compromisso, de combater a criminalidade e levar mais segurança aos amazonenses”, enfatizou ele.

Conforme o delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc, no momento da apreensão, o barco estava navegando pelo Rio Solimões, nas proximidades daquele município, ocasião em que as equipes policiais realizaram a abordagem e localizaram em uma das caixas de gelo da embarcação as drogas. O barco tinha como destino Manaus.

Ainda segundo o delegado, parte do material ilícito possivelmente viria para Manaus para abastecer o mercado interno. O delegado enfatizou que a apreensão é um prejuízo imenso aos criminosos.

“Vamos dar andamento nas investigações para descobrirmos a participação de outras pessoas, como fornecedores, e quem iria receber a droga em Manaus, além de apurar se a droga seria enviada para outros estados brasileiros. Seguimos realizando essas ações para coibir a entrada dessas substâncias ilícitas na capital e combatendo fortemente o crime no nosso estado”, destacou o delegado Paulo Mavignier.

Procedimentos – Os dois indivíduos irão responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos trâmites cabíveis eles serão levados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui