Início Cidade Enquanto políticos dividem Fundo Partidário, povo é chamado para ser mesário de...

Enquanto políticos dividem Fundo Partidário, povo é chamado para ser mesário de graça

567
0

R$ 2 bilhões para vocês gastarem à vontade. O nome disso é Fundo Partidário. Em plena pandemia de coronavírus, o dinheiro está garantido aos partidos. Só para se ter uma noção, maiores bancadas na Câmara, PT, PSL e PSD ficam com o bolo maior: R$ 200 milhões, R$ 193 milhões e R$ 157 milhões respectivamente. Enquanto isso, o TSE chama voluntários para serem mesários, de graça, para ajudar com a democracia. Seria mais correto trocar o termo mesário, por otário.

“Segundo a declaração de contas apresentada ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG), o PSL gastou R$ 15 mil em uma cervejaria localizada em Belo Horizonte. Foram lançadas duas notas, cada uma com valor de R$ 7.500, nos dias 13 e 23 de dezembro do ano passado. O PV, por exemplo, gastou R$ 5.377,03 com o aplicativo de transporte Uber em 2019. No caso do PTB, a sigla gastou quase R$ 2.800 em lanches e refeições num restaurante localizado na capital mineira”. Esse texto foi retirado de uma reportagem do jornal mineiro “O TEMPO”. Só para você ter uma ideia da farra.

Ora, ora. Serão 1,5 milhão de mesários nestas eleições. Que tal o Fundo Partidário e dividir com eles? Só um pagamento simbólico. Não era para ser democrático?  Me engana que eu gosto.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui