Início Cidade “Estava jogado numa cadeira do João Lúcio”Paciente curado no Hospital de campanha...

“Estava jogado numa cadeira do João Lúcio”
Paciente curado no Hospital de campanha da Prefeitura relata drama antes da cura

219
0

Nove pacientes receberam alta de uma só vez no hospital de campanha da Prefeitura, e um deles disse que nasceu de novo, após ficar jogado no João Lúcio. José Luiz de Mattos, 68. Portador de marca-passo, comemorou por não ter sido entubado para o procedimento de recuperação. “Estava jogado em uma cadeira no hospital João Lúcio quando fui transferido para cá e recebi toda a atenção da equipe médica e hoje estou saindo com força total. Agradeço a Deus e toda a equipe médica”, declarou emocionado.

A primeira paciente a receber alta foi Lucivânia Barbosa das Chagas, 42, que tem síndrome de Down. Ela foi a primeira paciente a dar entrada no hospital de campanha, no dia 13. De acordo com Mauro Barbosa, irmão de Lucivânia, ela deu entrada na unidade com muita dor no peito e com grande dificuldade para respirar.

“Minha irmãzinha veio em uma situação muito difícil, mas a equipe médica a tratou muito bem, fazendo videochamada com a família para tranquilizá-la e deu tudo certo. Só tenho a agradecer ao prefeito Arthur Neto pela criação desse hospital e ao Ricardo Nicolau, que é do grupo Samel, que nos tratou com muito carinho. Hoje é um dia muito feliz para nós todos, foi o nosso milagre”, contou Mauro.

O tratamento de todos os pacientes que receberam alta nesta quarta-feira foi comemorado pelo diretor-presidente do grupo Samel, Luís Alberto Nicolau, pois todos foram tratados por meio da ventilação não invasiva, utilizada em todo o grupo Samel.

“Esse é o nosso objetivo, tratar e devolver as pessoas para suas casas curadas, utilizando vários métodos, entre eles, o de ventilação não invasiva. Agradecemos muito ao prefeito Arthur, pela confiança no grupo Samel”, comemorou Nicolau.

O hospital de campanha municipal Gilberto Novaes está funcionando com duas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), com capacidade total de 39 leitos, além de leitos em unidades semi-intensivas. O hospital não funciona de portas abertas, como pronto-socorro. Os pacientes que lá se internam são transferidos de outras unidades de saúde, por meio da Central de Regulação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui