Início Cidade FVS admite erro em número de mortes por Covid-19 em Manaus, diz...

FVS admite erro em número de mortes por Covid-19 em Manaus, diz The Intercept
O Intercept teve acesso a uma gravação em que a própria diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, admite erro nos gráficos com o número de mortes

145
0
Foto: Alex Pazuello/Semcom

Uma matéria divulgada pelo Site Intercept nesta segunda-feira (5), circulou nas redes sociais dos Amazonenses, no material escrito Nayara Ferlizado, afirma que houve erro na contagem de óbitos do novo Coronavírus em Manaus.

“NÓS ESTAMOS DECLARANDO hoje por encerrado o covid em Manaus”, afirmou o médico Luís Alberto Nicolau em um vídeo no Instagram em 4 de julho. Ele é presidente do Grupo Samel, maior rede de hospitais privados do Amazonas, que administrou o hospital de campanha do estado na capital, fechado em 24 de junho. Um dia depois, foi a vez do governador Wilson Lima, do PSC, comemorar as zero mortes por covid-19 na capital em um vídeo no Facebook.

Ambos tomaram como base os boletins divulgados diariamente pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, a FVS, vinculada à Secretaria de Saúde do estado, que mostravam que nenhuma morte havia sido confirmada em Manaus nestas datas.

Os números eram animadores, mas falsos.

O Intercept teve acesso a uma gravação em que a própria diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, admite erro nos gráficos com o número de mortes apresentados no boletim epidemiológico divulgado pela instituição, durante encontro convocado pelo Ministério Público do Amazonas após denúncias de pesquisadores e epidemiologistas. O erro havia sido apontado pelo professor do departamento de matemática da Universidade Federal do Amazonas Alexander Steinmetz em uma reunião no dia 11 de setembro.

Do dia 1º para o dia 2 de setembro, um dos gráficos divulgados pela fundação registrava 164 novas mortes por covid-19 enquanto outro gráfico, no mesmo boletim, informava apenas 4 mortes. Havia ainda um terceiro gráfico disponível no site da FVS informando seis novas mortes no estado nas mesmas 24 horas. “Nós temos um erro aí, precisamos rever”, admitiu Pinto ao ser confrontada com as planilhas, prometendo uma retificação, mas a correção jamais foi realizada. Seis dias após a reunião, o gráfico foi apenas removido do boletim.

O problema é que, sem uma base de dados confiável, não há como estimar a real situação da pandemia na capital. “São muitos erros que ajudam a pintar uma imagem artificialmente positiva da pandemia e me fazem questionar todas as outras análises da FVS”, me disse Steinmetz em entrevista por telefone.

Um levantamento exclusivo feito para o Intercept pelo epidemiologista Jesem Orellana, da Fiocruz Amazônia, tomando como base o Sivep-Gripe, mostra que a FVS deixou de registrar ao menos 373 mortes por covid-19 entre o início da epidemia na capital e 22 de agosto – um total de 24% a menos que o total de mortes pela doença divulgado pelo estado. Isso ocorreu também nas datas em que o governador Lima e o médico Nicolau comemoraram zero mortes pela doença. Nos dias 24 de junho e 4 de julho, foram registrados, respectivamente, sete e três óbitos em Manaus, segundo o levantamento.

Leia a matéria completa em The Intercept Brasil 

Fonte: The Intercept Brasil 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui