Início Mundo Israel: líder que chamou Covid-19 de “castigo gay” testa positivo

Israel: líder que chamou Covid-19 de “castigo gay” testa positivo

237
0
Foto: Pool News/Reuters

O ministro da Saúde de Israel e também líder do partido ultra-ortodoxo “Judaísmo Unido da Torá”, Yaakov Litzman, testou positivo para o coronavírus. O caso foi divulgado nesta terça-feira (07/04) pela imprensa local.

O caso chamou atenção já que Yaakov Litzman havia dito, durante um discurso, que o coronavírus “é um castigo divino contra a homossexualidade”.

O ministro foi visto rezando nas casas de outros membros de sua congregação apesar de seu próprio ministério, o da Saúde, recomendar o isolamento social.

Ainda de acordo com a imprensa local, a esposa do ministro, Chava, também foi diagnosticada com Covid-19.

Fonte: Metrópoles 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui