Início Destaque MILAGRE! CPI afirma que empresário fatura milhões na Susam sem entender de...

MILAGRE! CPI afirma que empresário fatura milhões na Susam sem entender de Saúde

329
0

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde colocou ‘em xeque’ a capacidade técnica e idoneidade de empresa que já lucrou, em processos indenizatórios com o Governo do Estado, R$ 16.376.035,51. A Líder Serviços atualmente presta serviços médicos e de imagem em unidades hospitalares do Amazonas e foi representada pelo proprietário Sérgio Chalub, durante oitivas na manhã desta sexta-feira (14). Ele também já foi dono de empresa que apresentou à prefeitura de município do interior atestado falso. “A Líder tem o mesmo perfil da Norte Serviços: lucra milhões em processos indenizatórios, que são ilegais, por mais diferentes prestações de serviços. Além disso e o que é considerado grave por essa CPI, foi escolhida para atuar mesmo sem ter qualquer histórico de atuação anterior nas áreas nas quais atende o governo hoje. O direcionamento, assim como nos outros casos, é alvo de nossa análise”, afirmou o presidente da CPI, deputado estadual Delegado Péricles (PSL).

Durante depoimento, membros da CPI apresentaram documento da Prefeitura Municipal de Itacoatiara que considerava falso o atestado de capacidade técnica apresentado por outra empresa – também no nome de Sérgio Chalub – em proposta para concorrência em processo de licitação daquele município. “Anexar um documento falso, principalmente no que diz respeito à capacidade de prestar serviços, é crime grave. Hoje o proprietário alegou que a empresa citada, que também era dele, não está mais sobre sua gerência, mas segue herdando milhões sem ao menos o dono estar na cidade. Mais uma linha que investigaremos”, continuou.

 

Já a Líder Serviços, empresa na linha principal de investigação da CPI, iniciou prestação de serviços para o executivo estadual com a manutenção de impressoras no Platão Araújo, sem nunca ter atuado nesta área no mercado. A partir daí, seguiu para serviços de imagem e médicos, sempre sendo escolhida em processos indenizatórios. “Uma postura comum à gestão da saúde no estado. Empresas surgem e assumem processos ilegais, muitas com valores superfaturados. Um esquema corrupto e fraudulento que eterniza a corrupção nos bastidores. Isso a CPI vai seguir investigando e denunciando”, concluiu.

WILKER BARRETO APONTA ILEGALIDADES

O deputado Wilker Barreto foi às redes sociais após o depoimento e fez um longo desabafo, diante de mais um escândalo na Saúde do Amazonas.

É triste, mas é real. Milhões de reais do contribuinte foram para empresa que usa documento falsificado!!! Essa é a ponta do novelo que a CPI da Saúde identificou com o depoimento do dono da Líder Serviços, Sérgio Chalub, nesta sexta-feira (14), e através da apuração de documentos.

Isso porque, a Líder atuou sem comprovação técnica no hospital de campanha Nilton Lins através de contrato indenizatório durante a pandemia, algo condenável em relação à administração do recurso público. O serviço prestado foi de plantões, sem controle algum do Governo do Amazonas, através da Susam. Um verdadeiro QI (quem indica), e o POVO PAGA.

Para completar, avançamos nas investigações e identificamos que o senhor Sérgio Chalub também tem ligações com a empresa Petro, que passou a ser identificada como Prime, e que já faturaram nos últimos anos – 2016 a 2020 – mais de R$30 milhões do Estado. Aliás, a grande maioria dos serviços de forma indenizatória e, também, com comprovação técnica FRAUDULENTA!!!

Pasmem! Foram capazes de falsificar assinatura do Prefeito de Itacoatiara, e isso ficou materializado, pois o documento foi assinado pelo senhor Sérgio Chalub, atuando com a empresa Petro, com proposta de 2018. Por isso, somos categóricos em dizer que o contrato indenizatório é uma brecha para o crime, pois não há como controlar a demanda e a prestação do serviço, dando chance às partes de montarem um processo e brincarem com o recurso público.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui