Início Destaque Após entrar contra na Justiça, deputado Felipe Souza se diz a favor...

Após entrar contra na Justiça, deputado Felipe Souza se diz a favor da CPI da Saúde
Criticado nas redes sociais

361
0

Após virar alvo de protestos nas redes sociais por conseguir parar na Justiça a CPI da Saúde, o deputado Felipe Souza disse que é a favor das investigações e que é vítima da falsa impressão de que defende Wilson Lima. O desembargador Ernesto Anselmo Queiroz Chíxaro, do TJAM (Tribunal de Justiça do Amazonas), suspendeu os trabalhos da CPI da Pandemia, que ouviiu o dono da loja de vinhos em seu derradeiro dia de trabalho, até ser proibida de seguir em frente.

“Quero deixar bem claro à população do estado do Amazonas e esclarecer qualquer dúvida. A CPI da Saúde vai continuar, a decisão do desembargador é com relação a escolha dos seus membros. Eu fui escolhido por duas vezes para compor a Comissão e por algum motivo me tiraram da CPI. Ora, eu assinei, eu sou a favor que se investigue quem quer que seja investigado, não pedi a suspensão da CPI, pelo contrário acredito que ela deve ir a fundo e buscar os culpados desse caos na saúde do estado. O governo Wilson Lima tem que ser investigado, os governos anteriores também”, disse.

Gastos de Wilson Lima na Susam estão na mira de investigações

A Comissão Parlamentar de Inquérito já concluiu que houve fraude na venda dos respiradores por R$ 2,9 milhões ao Governo do Amazonas, mas ao mesmo tempo é alvo de críticas dos deputados governistas. “Eu tentei de todas as formas resolver tudo isso aqui mesmo na Assembleia, entre nós, no debate, na discussão, não foi possível, me restou o caminho da justiça. Honestamente, não gostaria de ter ido à justiça buscar um direito meu, entendo as minhas razões e que estou certo. Tanto estou, que a justiça está dando os direitos ao meu pedido, a Assembleia terá a oportunidade de recorrer, a justiça está aí para todos, eu sou um democrata, se a minha interpretação do Regimento estiver incorreta, eu aceito, mas a resposta está aí, eu fui escolhido pelos meus próprios colegas e a justiça me dando ganho de causa”, declarou.

Dono da loja de vinhos disse ao Delegao Périclies que não é ladrão, mas que é apenas competente.

Enquanto não se resolver a questão, a liminar segue proibindo que os gastos com o dinheiro público sejam investigados. “Eu não tenho nenhum tipo de padrinho político, bandido de estimação, então eu acho que talvez seja essa a grande preocupação de terem me tirado duas vezes da CPI, quando fui escolhido pelos meus próprios colegas deputados legalmente, mas na hora da formação sacaram meu nome em duas oportunidades” declarou Felipe.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui