Início Destaque ‘Capitã Cloroquina’ recorre ao STF para ter o direito de ficar em...

‘Capitã Cloroquina’ recorre ao STF para ter o direito de ficar em silêncio na CPI da Covid-19

202
0
Foto: Divulgação/Rede Social

POLÍTICA – A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como “Capitã Cloroquina”, recorreu neste domingo (16) ao Supremo Tribunal Federal (FTF), para ter o direito de ficar em silêncio seu depoimento na CPI da Pandemia, marcado para a próxima sexta-feria (20,  assim como o ex-ministro Eduardo Pazuello.

O pedido de habeas corpus expedidos pelos advogados de Mayra, foi recebida na sexta-feira (15) e protocolado neste domingo.

A petição se baseou na “crescente agressividade com que têm sido tratados os depoentes que ali comparecem para serem ouvidos. A falta de urbanidade no tratamento dispensado às testemunhas, proibindo-as, inclusive, do exercício da prerrogativa contra a autoincriminação”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui