Início Destaque CPI da Saúde descobre 1500 pacientes fantasmas no Hospital Nilton LinsSusam é...

CPI da Saúde descobre 1500 pacientes fantasmas no Hospital Nilton Lins
Susam é muito ruim de contas

5843
1

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde rechaçaram, na manhã desta segunda-feira (20), o número de 1,8 mil atendimentos divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) como sendo o total realizado pelo Hospital de Campanha da Nilton Lins durante os três meses de funcionamento.

De acordo com o presidente da comissão, deputado estadual Delegado Péricles (PSL), o número de 388 pacientes foi o constatado por eles poucos dias antes da desativação da unidade hospitalar. A CPI aprovou requerimento para que, em prazo de 48 horas, a pasta do executivo apresente explicações e dados que comprovem esse total divulgado.

Delegado Péricles

“Fomos por duas oportunidades ao Hospital de Campanha da Nilton Lins e sabemos que lá foram atendidos 388 pacientes até sua desativação. Aí nos assusta o anúncio do Governo de que lá foram 1.800. Esses dados não batem, até porque sabemos que ali há sim muita irregularidade em relação à prestação de serviços, com processos indenizatórios. A população queria que fosse esse total, mas por desorganização e falta de gestão, não foi possível. Sendo assim, é absurdo e não sei por qual razão divulgaram esse número. Por isso aprovamos requerimento para que o secretário nos explique o que aconteceu”, afirmou o deputado.

DELPHINA AZIZ NA BERLINDA 

Além do esclarecimento da Susam, a comissão aprovou requerimento que solicita do senhor José Luiz Gasparini, diretor executivo do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) a prestação de contas da organização social no período entre o início da gestão no Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz até a data atual, incluindo balanço contábil e registro de entradas e saídas de receitas e despesas da unidade hospitalar.

O prazo de dez dias será estabelecido para o envio de respostas à Aleam por parte dos destinatários de requerimentos aprovados pela CPI. “Todos têm nos enviado esses documentos em prazo mínimo para análise. Isso tem que mudar a partir de agora. Outra questão que veremos junto ao jurídico, é como obteremos dados que foram solicitados diretamente a alguns depoentes e até hoje não nos foram repassados”, continuou.

Ainda durante a reunião desta segunda-feira foram aprovados requerimentos de convocação de representante da empresa Medplus para o próximo dia 27 de julho, às 10h; e para o mesmo dia, às 15h, depoimento de um dos sócios da WFControl. Outro sócio seria ouvido no próximo dia 8 de agosto. Para esta semana ainda estão confirmados depoimentos da atual proprietária, Criselidea Bezerra de Moraes, na quarta-feira (22) e do ex-dono, Vitor Vilhena Gonçalo da Silva, na quinta-feira (23).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui