Início Destaque Delegado da PF quer prisão de Braga e Dilma, diz O Globo

Delegado da PF quer prisão de Braga e Dilma, diz O Globo

239
0
Foto: Reprodução/Internet

O jornal o O Globo traz em sua edição desta quarta-feira uma reportagem afirmando que o delegado da Polícia Federal, Bernardo Vidalli, pediu a prisão de Dilma Roussef e queria mandar prender Eduardo Braga na operação realizada nesta terça-feira.

A prisão da ex-presidente foi negada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. Já o pedido de prisão do senador e dos demais suspeitos do MDB não foi pedida porque a Constituição, via de regra, veda prisão de parlamentares no exercício do carago.

“Existem fundadas razões a respeito da autoria ou participação dos investigados numa associação criminosa (art. 288 do CP), composta pela ex-presidente Dilma Vana Rousseff, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e os seguintes senadores do PMDB, Carlos Eduardo de Sousa Braga, Vitalo do Rego Filho, Euncío Lopes de Oliveira, Valdir Raupp de Matos, Jader Fontenelle Barbalho e José Renan Vasconcelos Calheiros em virtude da “compra e venda” do apoio político do PMDB em benefício do PT, nas eleições presidências de 2014″, garante o delegado.

Dilma, Braga, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, Vitalo do Rego Filho, Euncío Lopes de Oliveira, Valdir Raupp de Matos, Jader Fontenelle Barbalho e José Renan Vasconcelos Calheiros seriam presos se fosse pela vontade do delegado.
Fachin, autorizou a intimação de Dilma e dos demais suspeitos, sustenta a matéria do jornal O GLOBO. Eles são suspeitos de receber propina em 2014 para apoiar a candidatura de Dilma para a presidência. O MDB apoio a petista, lançou Michel Temer como seu vice e depois foi a favor da queda dela.

A propina teria sido paga pelos irmãos Batista, num total de R$ 35 milhões, dos quais R$ 6 milhões teria ido para Braga, afirmou o delator e ex-diretor de relacionamento das empresas dos irmãos, Ricardo Saud.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui