Início Destaque Delegado Péricles denuncia Daniela Assayag e marido na venda dos respiradores superfaturados'A...

Delegado Péricles denuncia Daniela Assayag e marido na venda dos respiradores superfaturados
'A fraude se inicia com a Sonoar, que lucrou com este esquema fraudulento, em pouco tempo, pouco mais de R$ 1,4 milhão', diz deputado

3392
0
Daniela e o marido estão sob fortes suspeitas.

Uma nova bomba foi detonada na tarde desta quarta-feira pelo presidente da CPI da Saúde, o deputado Delegado Péricles. Ele reuniu a imprensa para denunciar o marido da secretária de Comunicação do Governo do Amazonas na venda dos respiradores superfaturados para o Estado. De acordo com a CPI, Luiz Carlos Avelino Jr., marido da ex-cunhã,  é um dos donos da Sonoar, a empresa que vendeu os aparelhos para a loja de vinho e que depois vendeu para o Estado. A outra sócia da empresa, Renata Dias Mansur, foi presa em SP pela operação Sangria, deflagrada ontem em Manaus.

“O marido dela atuava como dono da empresa Sonoar desde janeiro. Todo esse interesse e a participação da secretária (Daniela Assayag) na reunião do dia 3 de abril, resultou pelo fato da Sonoar de fato pertencer ao marido da secretária de Comunicação. Ele comprou 50% da Sonoar”.

Péricles encaminhou os documentos para a PF. “Hoje a CPI encaminha todos esses documentos para a Polícia Federal. Ela era a principal interessada. A fraude se inicia com a Sonoar, que lucrou com este esquema fraudulento, em pouco tempo, pouco mais de R$ 1,4 milhão. A venda rendeu lucro de R$ 1. 400 milhões, quase R$ 1 milhão e meio, em pouco mais de uma semana”, explicou Pericles.

Os dados abaixo constam do processo no Superior Tribunal de Justiça: A Sonoar adquiriu a totalidade dos equipamentos vendidos por R$ 1.092.000,00 (1 milhão), vendeu à FJAP por R$ 2.480.000,00 (R$ 2,4 milhões) e esta por vez vendeu para o governo do amazonas por R$ 2.976.000,00 (R$ 2,9 milhões).

Vê-se, portanto, a explicação para o Setor de Compras da Susam ter alterado a especificação dos respiradores à revelia do setor técnico, bem como ter indicado as marcas Resmed e Philips. Trata-se de dispensa de licitação ‘customizada’ para atender aos interesses da FJAP e CIA. LTDA e da Sonoar (Andrade e Mansur)”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui