Início País Emocionante: cachorros protegem corpo do dono que morreu gritando de dor à...

Emocionante: cachorros protegem corpo do dono que morreu gritando de dor à espera do Samu
Amigos de verdade

486

Um idoso que morreu em Peruíbe, no litoral de São Paulo, teve o corpo protegido por cachorros, que ficaram de vigília até o carro do IML chegar. Uma vizinha afirma que a vítima morreu literalmente “gritando de dor” e esperou por 6 horas pelo Samu.

O idoso morreu no bar da Estrada Armando Cunha, próximo ao Km 7,5, no bairro São Francisco, na sexta-feira (29). A dona de casa Andrea Nunes Gonçalves, de 50 anos, disse que passava na frente do bar quando ouviu Damião de Almeida, de 68 anos, gritando.

“Ele ficava ligando para o Samu, e um atendente disse que “ninguém morria de dor”. A situação foi revoltante. “Um descaso total. Ainda depois, a polícia chegou e perguntou por que não socorremos, mas eu não dirijo, não tínhamos como levar ele, a ambulância tinha que ter vindo. Só veio depois que ele morreu, mas era tarde demais. Ele estava se debruçando e gritando de dor, morreu ali no chão de um bar, sozinho, sem socorro. E quando ligamos, antes de ele falecer, o atendente ainda disse que ninguém morria de dor”, conta.

O Samu chegou após a morte Damião. Restou aos cachorros darem a lição de humanidade. “Ficaram protegendo, não deixavam chegar perto do Damião. A branquinha chegou a fazer carinho no rosto dele, mas o filho [do idoso] levou [os cachorros] para casa”, diz.

Em nota, a Prefeitura de Peruíbe esclareceu que o Samu fica em Itanhaém, cidade vizinha, e por isso demorou. “A Prefeitura de Peruíbe informa que duas viaturas do Samu no município foram ao endereço. A Unidade de Suporte Básico [USB] foi acionada às 14h52, e chegou ao local às 15h27, e a Unidade de Suporte Avançado [USA] recebeu o chamado às 15h27, e chegou na localidade às 15h50”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui