Início Política Genro de Edir Macedo publica 5 motivos para cristão ‘de verdade’ não...

Genro de Edir Macedo publica 5 motivos para cristão ‘de verdade’ não ser de esquerda
Polêmica

296
0
Foto: reprodução

O artigo assinado pelo Bispo Renato Cardoso e publicado no último domingo (23) no site oficial da Igreja Universal do Reino de Deus, cita cinco motivos para uma pessoa considerada cristã não ser de esquerda, “impossível”. Leia e tire suas conclusões.

“Nos tempos de tanta polarização em que vivemos, não raramente as discussões se transformam em brigas. Essas brigas fazem parte de uma estratégia maléfica para confundir ainda mais a população e angariar os votos dos incautos para os ditos esquerdistas, que se travestem de defensores do povo quando, na verdade, querem repetir no Brasil fórmulas desgastadas e ineficazes – incluindo-se aí os regimes ditatoriais – e espalhar ainda mais o caos para que suas atitudes de desgoverno não sejam notadas. Isso é um grande perigo e o cidadão deve ficar atento. Para que você, caro leitor, compreenda bem isso, destacamos cinco modos de agir da esquerda que a diferenciam totalmente do modo de agir do cristianismo. Essas diferenças o farão entender por que um cristão de verdade não pode nem deve compactuar com ideias esquerdistas.

Como pensa o cristão   x   Como pensa a esquerda:

1- FAMÍLIA

A família é o começo de tudo na sociedade. Casais em harmonia criam lares em harmonia: filhos bem-criados que serão bons cidadãos e construirão e manterão uma sociedade sólida. Deus incentiva a formação de boas famílias em nome do bem-estar físico, psicológico, espiritual e social do próprio ser humano e que serão uma forte rede de apoio dentro e fora de casa.

A esquerda prega contra o casamento convencional e incentiva questões como a liberdade do uso de drogas, que causam mal individual e social e desestruturam as famílias. Com a sociedade doente, os esquerdistas podem posar de “defensores da liberdade” para ganhar votos. Eles destroem a rede de apoio familiar para “salvar” o povo usando um assistencialismo manipulador.

2- FORMAS DE GOVERNAR

O Império Romano nada mais era que uma ditadura disfarçada de democracia. Que democracia foi aquela que tentava proibir o cristianismo a ponto de perseguir, prender, torturar e executar seu maior Nome, o Senhor Jesus Cristo, que combatia a manipulação e a opressão da ditadura romana sobre o povo e pregava a liberdade?

A esquerda gosta de mentir que luta contra a ditadura, mas o marxismo, base do esquerdismo, produziu historicamente as maiores ditaduras que oprimiram o povo. Elas perseguiram e perseguem o cristianismo até hoje. China e Coreia do Norte são exemplos de países esquerdistas que não permitem nem mesmo que existam templos cristãos.

3- CRENÇA

O princípio básico do cristianismo é a existência de Deus e a entrega a Ele, por meio do sacrifício de Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, pelos seres humanos. Essa entrega, se for real e mantida vigilantemente, resulta inevitavelmente na qualidade de vida individual, familiar e social.

O marxismo, base de toda e qualquer ideologia esquerdista, tem por princípio filosófico o materialismo dialético que, antes de tudo, nega a existência de Deus.

4- LADOS

Na Bíblia, estar do lado direito é identificado como um lugar especial, de honra, do Próprio Deus. Quando o Senhor Jesus fala de “ovelhas e bodes”, põe as primeiras à direita e os segundos à esquerda (Mateus 25.31-34). Outra confirmação do que diz o Salvador está em Eclesiastes 10.2: “O coração do sábio está à sua direita, mas o coração do tolo está à sua esquerda”.

A esquerda combate a Igreja porque ela abre os olhos da população quanto ao que é certo e errado e mostra de que lado deve estar quem quer o bem. Por isso, os esquerdistas tentam anular tudo o que os evangélicos dizem ou em uma atitude desesperada infiltram-se nas igrejas protestantes com um disfarce de “esquerda evangélica” , termo que já é, em si, uma total contradição.

5- UNIDADE

A Igreja é o Corpo de Cristo, no sentido de que a união traz a verdadeira força, como diz um conhecido ditado popular. No corpo, quando tudo trabalha em harmonia, ele é saudável e forte. A Bíblia mostra que a Humanidade pode ser unida quando se submete ao Criador – que é o mesmo para todos – e aos Seus preceitos, que sempre nos levam ao que é melhor para todos.

A esquerda destaca a diferença para incentivar a briga entre as pessoas, apesar de pregar falsamente que é a favor das diferenças. Ela precisa do conflito para se manter, numa estratégia de “dividir para conquistar”, pois é mais fácil para ela manipular pequenos fragmentos do que tentar o mesmo com um grupo único, grande e forte. Quem instiga o ódio é o diabo.

“Se você se diz cristão e ainda vota na esquerda, há apenas duas possibilidades: ou você não segue realmente os ensinamentos do cristianismo ou os segue e ainda não entendeu o que a esquerda é verdadeiramente”.

Bispo Renato Cardoso.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui