Início Policial Jiujiteiro é preso por usar mata-leão para assassinar homem

Jiujiteiro é preso por usar mata-leão para assassinar homem

59
0
Foto: Repodução/Rede Social

O lutador de jiu-jítsu Dener Zulato, de 28 anos, foi preso em flagrante por ser suspeito de assassinar Valdecir da Silva, de 43 anos, com o golpe conhecido como “mata-leão”. O crime ocorreu na casa da vítima no bairro Jardim Santa Gertrudes, em Jundiaí, no interior de São Paulo, no dia 18/10. A prisão foi feita pela Polícia Militar após uma denúncia anônima revelar onde Dener estava.

Antes de ser preso, o lutador foi até a casa da ex-esposa alegando que queria se despedir dos filhos porque tinha feito “coisa errada”. Segundo o G1, a mulher relatou à Polícia Civil que Zulato estava nervoso, gritando e exigindo que ela abrisse a porta.

Após chutar a entrada da casa, ele quebrou os vidros e a ameaçou de morte. O lutador fugiu quando percebeu que ela estava acionando a polícia. O Metrópoles confirmou que o caso foi registrado como homicídio, violência doméstica, dano e ameaça no plantão do 1ºDP de Jundiaí. Após ser preso em flagrante, o homem de 28 anos foi encaminhado para audiência de custódia. O Poder Judiciário, após análise, converteu a prisão para preventiva. As informações são do Metropóles.

O casal se separou há cerca de um ano quando, segundo a ex-esposa, Dener Zulato começou a usar drogas e “ficar violento”. Eles conviveram por quase oito anos e tiveram dois filhos. Em depoimento à polícia, a mulher afirmou que tinha uma medida protetiva de urgência contra Dener, que foi concedida em 23 de setembro, aproximadamente um mês atrás.

O Metrópoles procurou a ex-esposa de Zulato, mas ela preferiu não se manifestar sobre o assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui