Início Destaque Morte de Bernardo, de 1 ano, vítima de Covid, é alerta aos...

Morte de Bernardo, de 1 ano, vítima de Covid, é alerta aos pais e mães: “Dor inexplicável”
Lamentável essa dor

102384
0

O Estado do Acre, vizinho do nosso Amazonas, está em choque, após testemunhar a morte do pequeno Bernardo Teixeira da Costa, de apenas 1 ano, que pegou Covid e dengue ao mesmo tempo. A mãe do menino, Luzia Barbosa, fez um desabafo comovente de cortar o coração. “Era meu único filho. Foi planejado, amado, era muito bem cuidado. É uma dor inexplicável”, disse a dona de casa, em depoimento ao G1 local.

Apesar da Ciência ainda considerar que idosos são os maiores grupos de risco, casos de infecções e mortes de crianças são cada vez maiores. No caso de Bernardo, a combinação com a dengue foi ainda pior. Luzia mora em Xapuri, interior do Acre, que assim como o Amazonas tem poucas condições de assistência.

“Só vazio, saudade e a fé de superar. Com isso, estou vendo que outras pessoas podem ser ajudadas porque, até então, para mim criança era imune a essa doença. Para eu perceber que não é, e para cuidar mais da minha família, dos meus sobrinhos que são como meus filhos, eu tive que perder o meu”, conta.

Bernardo morreu dia 3 de janeiro, no pronto-socorro de Rio Branco, capital do Acre, após 10 dias de sofrimento. NO PS ele fez o teste e deu positivo. “Meu maior sonho era comprar um caderno para meu filho e ir deixar ele na escola, de ver ele estudando, ver crescer, ter uma família, fazer uma faculdade. Tudo que eu não tive, sonhava para o meu filho ter”, relembra.

Bernardro sentou febre, foi medicado com antibiótico e voltou para casa. “Com três dias disse a doutora [em Xapuri] que queria levar meu filho para onde tem mais recursos, ela liberou ele, coloquei dentro de um táxi e levei para Rio Branco. Cheguei em um dia, no outro ele começou a ter falta de ar, já muito fraquinho e quando a pediatra veio ver ele, pediu o exame. Até aí estava só como se fosse dengue e era porque deu positivo, mas, ainda não tinha sido feito o de Covid. E estava eu, ele e meu esposo com Covid”, relembra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui