Início Cidade Pesquisadores do Amazonas derrubam mito da milagrosa cloroquina

Pesquisadores do Amazonas derrubam mito da milagrosa cloroquina

211
0

As pesquisas com cloroquina no Amazonas provaram que a alta dosagem pode matar pacientes doentes de Covid-19. O médico da Fundação de Medicina Tropical que também é membro da Fiocruz-AM, Marcus Lacerda, fez uma série de alertas aos amazonenses quanto ao remédio que é apontado como possível salvação.

“Como a doença começou na China, os chineses usaram uma quantidade alta, porque era a que poderia matar uma maior quantidade de vírus. Aqui no Brasil, a Fundação de Medicina Tropical auxiliou o Ministério da Saúde e a Secretaria de Ciência e Tecnologia a construir um guia de uso da cloroquina em pacientes graves. Nós diariamente monitorávamos pacientes que estavam usando as duas doses. Acontece que, essa dose maior que está sendo usada na China e ainda é usada em outros países, não se mostrou uma dose muito segura”, informou.

A cloroquina pode atacar o coração do paciente infectado. “Nós continuamos estudando pessoas internadas no Delphina Aziz e acompanhando elas com a menor dose. Aqui no Brasil, felizmente, o Ministério tem um protocolo com uma dose mais baixa e o que mostramos em Manaus, pela primeira vez, é que essa dose baixa tem segurança. Caso algum profissional tenha o desejo de prescrever, ainda sem evidência, ele pode prescrever com segurança. Até então, essa informação não existia e vários países estavam prescrevendo doses muito altas que não recomendamos, baseados nesse estudo”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui