Início Policial Presidente Figueiredo: operação policial prende 12 suspeitos de furto a posto de...

Presidente Figueiredo: operação policial prende 12 suspeitos de furto a posto de combustíveis
Discount Fake

53
0
Fotos: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), deflagrou, na manhã desta segunda-feira (27/09), a operação Discount Fake, que culminou no cumprimento de mandados de prisão temporária, busca e apreensão domiciliar e de veículos em nome de 12 indivíduos, de idades não reveladas, pela prática do crime de furto mediante fraude praticado contra um posto de combustível, localizado no município de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros da capital).

A ação policial ocorreu em Presidente Figueiredo e contou com o apoio da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

Os indivíduos foram identificados como Daniel Marinho da Silva, Diego Monteiro Liborio, Eduardo Paulo dos Anjos, Ewerton Felipe Pereira Canavarro, Israel de Souza Santos Júnior, Jorge Luiz da Silva e Silva, Kevin Leonardo Lima de Souza, Luiz Antônio Soares de Souza, Maycon Henrique Paulo dos Anjos, Maronilson Seixas dos Santos e Yagor Marques Barreto.

Durante coletiva de imprensa no prédio da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, o delegado-geral adjunto, Tarson Yuri Soares, enfatizou o trabalho das equipes envolvidas na ação que culminou na desarticulação do grupo criminoso.

“É uma satisfação apresentar o resultado de mais uma ação feita pela PC-AM. Isso mostra que o nosso trabalho não para. Estamos sempre na missão de combater a criminalidade, em benefício da população”.

Segundo o delegado Denis Pinho, titular da DERFD, os infratores estavam se passando por uma empresa de transporte que possuía um desconto de 30% naquele estabelecimento, supostamente por serem clientes fidelizados. Pinho informou que os proprietários da empresa não abasteciam no local há cerca de dois anos.

“Os infratores descobriram uma falha no sistema do estabelecimento e, a partir disso, conseguiram emitir notas fiscais em nome da empresa de transporte, em seguida, lançavam vendas de combustível em nome da firma, aplicando a cota da margem de desconto”, disse o delegado.

A autoridade policial explicou, ainda, que a partir da aplicação, os indivíduos cometiam a prática de desvio de dinheiro, e para evitar que fossem descobertos, eles também conseguiam acessar o sistema interno do posto e deletavam o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) da respectiva empresa.

Apreensões – Durante a operação, foram apreendidos dois veículos da marca Volkswagen, sendo um modelo Saveiro, e o outro Polo; um veículo Ford Ka; e uma motocicleta Honda, modelo Biz; além de cerca de R$ 5 mil em espécie, 15 aparelhos celulares, um notebook, uma arma de fogo e 25 munições de calibre 20.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui