Início Destaque Pressionada, secretária de saúde do Amazonas nega intervenção Federal

Pressionada, secretária de saúde do Amazonas nega intervenção Federal

169
0

A chegada de médicos enviados pelo Governo Federal, o aumento no número de casos de Covid-19, e de mortos, a demora na utilização do hospital Nilton Lins e a sobrecarga do sistema de saúde no Amazonas geraram uma série de boatos de intervenção federal no Estado. Pressionada pelas críticas e comentários negativos nas redes sociais, a secretária de Saúde, Simone Papaiz, pediu a palavra antes da coletiva diária que atualiza osnúmeros do coronavírus para negar essa possibilidade.

“O anúncio do ministério da Saúde de apoio ao Amazonas foi uma resposta às nossas solicitações. O que está havendo é uma parceria entre os governos Federal e Estadual e não intervenção.”, disse.

Um mês após o primeiro caso, o Governo do Estado não conseguiu implementar o hospital de campanha, ao passo que a Prefeitura colocou em funcionamento o seu próprio hopsital nesta segunda-feira. “Temos sido atendidos pelo ministério da Saúde no que temos demandado, claro que isso se dá em função do número de casos registrados aqui. Mas, repito: não há intervenção. O que há é soma de esforços, todos em busca de um objetivo comum: minimizar a crise”, ressaltou Simone.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui