Início Cidade Guerreiros da Saúde que morreram de Covid são homenageados em ManausMuito justo...

Guerreiros da Saúde que morreram de Covid são homenageados em Manaus
Muito justo

284
0

A gente lembra e homenageia aqueles que tombaram durante a batalha”. Assim define Adson Matos, 44, irmão de Ana Valéria Matos, 51, diretora administrativa do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do São Raimundo que faleceu vítima da Covid-19. Além dela, outros três profissionais que trabalharam na linha de frente durante a pandemia receberam medalhas da Ordem do Mérito do Governo do Amazonas.

A cerimônia ocorreu na noite de ontem (11/12) no Teatro Amazonas, reunindo representantes dos homenageados que vieram a óbito na pandemia, mas que deixaram um legado de bravura pela sua dedicação ao Sistema Único de Saúde (SUS). O evento também agraciou outros oito nomes de chefes de Estado pertencentes às áreas de saúde e segurança.

Elmira Prestes, filha de Raimundo Prestes, 61, conta que perdeu o pai em agosto deste ano. Raimundo era artífice na unidade hospitalar do município de Silves (a 181 quilômetros de Manaus) e chegou a ficar internado na capital quando o quadro da doença se agravou. Elmira agradeceu a iniciativa do Governo do Estado em reconhecer os profissionais que perderam a vida lutando pela saúde do Amazonas.

“Eu até agora não me recuperei de ter perdido ele, porque depois da separação, eu fui a única filha que ficou ao lado. A importância dessa medalha para o meu pai é um reconhecimento pelo serviço que ele prestou para o Estado, trabalhando na área da saúde, nos serviços gerais do hospital. É uma grande importância estarem o homenageando dessa forma”, disse ela.

Outra homenageada foi a diretora administrativa do SPA do São Raimundo, Ana Valéria Matos. O irmão, Adson Matos, relembra que a irmã era servidora pública da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) desde 1985 e sempre dedicou a vida pela saúde de outras pessoas. Ele considera os homenageados “grandes guerreiros”.

“Essa homenagem chega num momento em que a guerra ainda não acabou. Nós todos estamos em um período extremamente delicado. É um momento em que a gente lembra e homenageia aqueles que tombaram durante a batalha. É como se hoje nós estivéssemos prestando essa última homenagem, selando de uma vez por todas essa página de 2020 e seguir em frente”.

Homenagens – Além dos servidores Raimundo Prestes e Ana Valéria Matos, receberam medalhas da Ordem do Mérito os parentes do médico Eduardo Alves e do enfermeiro Manoel Silva, vítimas da Covid-19. Todos receberam a honraria no grau de Cavaleiros, definida pelo Conselho da Ordem.

No grau de Comendador foi reconhecido o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo; o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates; a delegada-geral da Polícia Civil, Emilia Ferraz; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton do Norte; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Danízio Neto; o subcomandante-geral para ações de Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Francisco Filho; e a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Rosemary Pinto.

No grau de Grã Cruz, honraria de maior nível, a homenagem destinou-se ao ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Luiz Campbell, que não pode estar presente na cerimônia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui