Início Cultura Biblioteca Braille do Amazonas celebra Dia Nacional do Braille com programação especialO...

Biblioteca Braille do Amazonas celebra Dia Nacional do Braille com programação especial
O espaço cultural se une a instituições que trabalham com Pessoas com Deficiência Visual para celebrar a data nesta segunda-feira.

137
Biblioteca Braille do Amazonas celebra Dia Nacional do Braille com programação especial
FOTOS: Marcely Gomes / Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Manaus – A Biblioteca Braille do Amazonas preparou uma programação especial para comemorar o Dia Nacional do Braille, celebrado nesta segunda-feira (08/04). O evento é realizado em parceria com instituições que também trabalham com Pessoas com Deficiência Visual, como a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e as escolas André Vidal e Joana Rodrigues Vieira.

A programação tem início às 9h, no hall da Biblioteca Braille do Estado do Amazonas, localizada no bloco C do Sambódromo, com uma homenagem a escritores amazonenses que têm obras publicadas em Braille, como Márcio Souza, Thiago de Mello, Ana Peixoto e Rebeca Beatriz.

A programação conta ainda com a apresentação do projeto Intera-Braille com a professora Carla Menezes. Trata-se de um projeto que cuida da alfabetização das pessoas com deficiência visual, ensinando o professor a produzir seus próprios materiais para auxiliar na alfabetização de crianças com deficiência visual e adultos que acabaram recentemente de ficar cegos. O evento ainda terá apresentação musical da Banda Raíra.

25 anos

A Biblioteca Braille do Amazonas vai completar 25 anos de existência em 2024. O espaço tem o objetivo de integrar, promover e incluir pessoas com deficiência visual ao meio social, cultural, educacional e profissional, melhorando condições de vida, estudo e convivência para contribuir na elaboração de trabalhos e pesquisas.

O acervo possui mais de 50 mil obras, entre livros digitalizados, livros falados, obras em Braille e filmes com audiodescrição. Além disso, é responsável pela audiodescrição de espetáculos no Teatro Amazonas desde o ano de 2009. O espaço também disponibiliza estúdios de gravação, máquinas de escrever em Braille, computadores especiais, impressoras em Braille, scanners de voz e lupas eletrônicas.

Além da disponibilização do material, a Biblioteca Braille também promove cursos para deficientes visuais englobando diversos temas. Devido aos serviços oferecidos no espaço, mais de 50 pessoas com deficiência conseguiram aprovação em concursos e mais de 260 em vestibulares.

“É uma iniciativa importantíssima para garantir a inclusão das Pessoas com Deficiência na sociedade, oferecendo a oportunidade de adquirir conhecimento de forma acessível para elas”, declara o Secretário de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz.

Para Gilson Mauro, gerente da Biblioteca Braille, a existência do equipamento cultural inclusivo é algo que marca a vida das pessoas. “A Biblioteca Braille realiza sonhos, respeita a Pessoa com Deficiência e sempre vai trabalhar para garantir a cidadania destas pessoas”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui