Início Destaque Justiça suspende resultado da eleição para presidente da Assembleia Legislativa do AMBRIGA...

Justiça suspende resultado da eleição para presidente da Assembleia Legislativa do AM
BRIGA POLÍTICA

167
0

Roberto Cidade não é mais o presidente eleito da Assembleia Legislativa do Amazonas. Por decisão da Justiça, o conturbado pleito foi suspenso a pedido do deputado Saulo Vianna. A chapa derrotada acusa a chapa vencedora de tramar nos bastidores e mudar a Constituição para eleger a chapa encabeçada pelo deputado Roberto Cidade, que levou com ele uma parte dos deputados até então fiéis ao governador Wilson Lima.  A decisão é do desembargador Wellington José de Araújo.

A chapa vencedora comandada por Cidade não se pronunciou, ainda. Além dele, o atual presidente Josué Neto (PRTB), que virou vice-presidente, e os deputados Mayara Pinheiro (Progressistas), segunda vice-presidente; Adjuto Afonso (PDT), terceiro vice-presidente; Delegado Péricles (PSL), secretário-geral; Álvaro Campelo, primeiro secretário; Sinésio Campos (PT), segundo vice-secretário; Fausto Júnior (PRTB), terceiro vice-secretário; Felipe Souza (Patriota), ouvidor; e Therezinha Ruiz (PSDB), corregedora.

Os derrotados são os  deputados Belarmino Lins (Progressistas), Abdala Fraxe (Podemos); Cabo Maciel (PL); Saullo Vianna (PTB); Dr. Gomes (PSC); Joana Darc (PL) e Alessandra Campelo (MDB). Com a eleição suspensa, aguarda-se os próximos capítulos.

PROPINA

Durante a votação, a deputada Joana Darc disse que os deputados venderam seu votos para Roberto Cidade por R$ 200 mil. Alessandra Campêlo, que junto à defensora dos animais foram a dupla que defende Wilson Lima com unhas e dentes, chamou a eleição de “golpe de Estado”. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui