Início Destaque Marido parintinense relata dor de perder esposa para a CovidNão são apenas...

Marido parintinense relata dor de perder esposa para a Covid
Não são apenas números

567
0

O parintinense Bruno Bulcão contou esta semana para a revista Marie Clarie como é a dor de um marido e pai, que ficou sem a esposa após ela perder a vida para a Covid-19. Na terra de Garantido e Caprichoso, ele e a filha, Thaila, de 9 anos, ficaram com a companhia um do outro e lembrança de Thereza Cristina, que infelizmente partiu no dia 22 de junho. “Eu andei por esse mundo até encontrar um anjo que moldou o homem que eu sou hoje. Eu era um garoto, imaturo, temperamental, revoltado e cheio de mágoas e dúvidas no meu coração. Acredito que uma das suas missões nesse mundo foi me ajudar a ter um coração de carne ao invés de uma pedra”.

Bruno, Thaila e Thereza

 

Foi assim que Bruno homenageou a professora Thereza logo após sua morte. Em meio às fotos com ela e com a filha, agora ele segue em frente. “Depois que minha esposa faleceu, eu queria morrer. Estava com Thereza desde os 15 anos de idade. Eu e minha filha agora vivemos em uma casa enorme só nós dois, não sei o que fazer. Está tudo arrumado como antes, parece que a Thereza vai chegar a qualquer instante. Sigo a viver por minha filha. Tento me fazer de forte, ir ao banheiro ou esperá-la dormir para chorar, continuar a fazer as tarefinhas de escolas dela”, relatou Bruno à Marie Clarie.

Bruno e Thereza estavam juntos desde que tinham 15 anos

Ele afirma que a esposa deixou, além da filha, um legado religioso para a vida. “Me apresentou de fato a palavra de Deus e me fez acreditar Seguir e ir atrás dos nossos sonhos”, afirma no depoimento e se apóia na filha Thila. “A Thaila também tem os momentos dela de tristeza, mas por incrível que pareça, choro mais que ela.”

No dia em que ela partiu, Bruno deixou um relato que é a prova de que não se pode reduzir a covid aos números. “Hoje eu morri um pouco mais. Tenho medo do que possa acontecer mas assim seguirei de cabeça erguida. Me deixou a maior herança que poderia deixar, nossa filha, e é a razão de querer seguir em frente. Descanse em paz AMOR, já acabou o teu sofrimento, tenho certeza que Deus está te recebendo em sua glória eterna. Seguirei atrás dos nossos sonhos, e realizar os sonhos da nossa princesa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui