Início Destaque No Dia Mundial do Rock, relembre astros internacionais que tocaram em ManausMuito...

No Dia Mundial do Rock, relembre astros internacionais que tocaram em Manaus
Muito bom!

466
0

Na data em que celebramos o Dia Mundial do Rock, vamos relembrar as feras internacionais que passaram por Manaus, cidade que ainda não entrou no circuito dos grandes shows, mas que poderia muito bem estar.

Scorpions lançou até DVD do show em Manaus

Em 2007 o Scorpions tocou no Sambódromo, para 30 mil pessoas. Parte do show entrou em um DVD da banda chamado Amazônia, Live In The Jungle. Um ano depois eles voltaram, desta vez na Arena Amadeu Teixeira. Sempre cheios de mensagens ecológicas e pedindo a preservação do meio ambiente, o entrosamento com o público manauara foi imediato e entrou para a história.

IRON MAIDEN E ALANIS MORISSETTE 

Iron Maiden em Manaus? Sim, nós tivemos!
O avião mais famoso do rock no Eduardo Gomes

Em 2009 foi a vez do Iron Maiden desembarcar em seu famoso avião no aeroporto Eduardo Gomes. Paul Bruce Dickinson e toda a caravana vieram para uma apresentação antológica no sambódromo. 

No mesmo ano, Alanis Morissette deu o ar da graça no Amazonas, onde soltou a voz no Studio 5. A canadense aproveitou para curtir a selva, nadar com botos, passear de canoa no rio Negro e viu o ritual indígena das formigas.

Alanis fez questão de ficar perto da natureza no Amazonas

WHITE STRIPES NO TEATRO AMAZONAS

Palco de óperas e um dos teatros mais bonitos do mundo, o nosso Teatro Amazonas também abriu as portas para o rock. O show realizado no dia 1° de junho de 2005 foi um dos mais concorridos da história da cidade.

O Teatro Amazonas ficou pequeno para tanta gente que queria entrar e ver o White Stripes

E ainda rendeu o DVD “Under Amazonian lights”, com 23 músicas ao vivo. Como não lembrar? Em comunicado, o duo composto por Jack White e Meg White afirma que “palavras não podem descrever a beleza do Teatro Amazonas nem o furor levantado pela presença dos White Stripes. Havia o receio de que o som da banda provocasse rachaduras no gesso, que poderia cair sobre o público. Por causa de hábito/medo/deus-sabe-o-quê, os espectadores permaneceram sentados até receberem o pedido do próprio Jack White para que se levantassem”, lembra o texto, que classifica aquele 1º de junho como um dos “melhores momentos do rock da década passada”.

 

SEPULTURA NO OLÍMPICO CLUBE

Quem mais poderia eternizar o rock no Olímpico Clube? Em 1988, no dia 23 de julho, os metaleiros invadiram um dos mais tradicionais clubes de Manaus para curtir a pauleira. Agora me digam, se Manaus é ou não é uma cidade do rock?

Sepultura no tempo em que ainda pagávamos tudo em Cruzeiros

Fotos: Reprodução, divulgação e Manaus de Antigamente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui