Início Destaque Para sustentar filhas, pai que também é mãe inventa barco-lanche em Beruri

Para sustentar filhas, pai que também é mãe inventa barco-lanche em Beruri

1367
0
Foto: Sandro Hiroshi Photos

Eu precisava sustentar as minhas meninas, a mãe delas me entregou a guarda assim que nos separamos, desempregado, eu decidi vender lanche na frente das escolas com um carinho simples. Mas lá tinha uma mulher que já vendia e empurrou o meu carinho e disse para eu sair”, relatou o corajoso empreendedor que hoje tem um pequeno império em suas mãos.

Conheça a história de Josimar Rubem, de 39 anos, separado e pai de três meninas, com idades entre 2 e 10 anos, o jovem mudou sem querer a vida da pequena família que mora no município de Beruri, distante cerca de 173,52 quilômetros de Manaus, no Amazonas.

Foto: Sandro Hiroshi Photos

A equipe de reportagem do Repórter Manaós conseguiu conversar com Josimar. Agora, empresário, que e é a alegria de muitos turistas que visitam a pequena cidade de 19.679 habitantes.

Foto: Sandro Hiroshi Photos

“Deus me deu a ideia de transformar o meu carrinho em um barco. Primeiro eu fiz um barco de papelão e mostrei para os meus irmãos, eles riram de mim. Depois pensei, vou fazer e fiz. As outras pessoas também riram, eu não liguei, não desisti. Comecei com um barco pequeno e saí nas ruas para vender as minhas merendas”, relatou Josimar com um ar de orgulho no peito.

Ainda segundo o empreendedor, o início foi desafiador. “Eu não consigo esquecer o que uma mulher fez comigo, ela empurrou o meu carrinho e pediu para eu sair dali que o local era dela, parecia que o colégio era dela, era só uma funcionária, Deus sabe de tudo”, disse.

“Hoje as pessoas me enxergam de outra forma, mais quero ser sincero, a gente tem que ver as pessoas como elas são e não o que elas têm. Quando eu vendia merenda por aí ninguém nem olhavam para mim, hoje me olham com outros olhos”, contou ainda, que é agradecido a Deus.

Foto: Sandro Hiroshi Photos

O primeiro barquinho-lanche foi colocado nas ruas de Beruri no dia 20 de junho de 2015. Atualmente, Josimar conta com a ajuda de empregados, e, ao todo, são 4 barquinhos espalhados pela cidade, todos denominados Ebenézer com os seguintes anos, 2015, 2016, 2017 e 2018, e o maior de todos: um barco-lanche, localizado na Avenida Presidente Costa e Silva, naquele município, que é a principal atração.

Foto: Sandro Hiroshi Photos

“Hoje as pessoas disputam o segundo andar, por conta da vista, tiram fotos, vou para a rampa da cidade e as pessoas ficam admiradas, é uma coisa bem legal. Aprendi que, com Deus na frente, tudo vai bem. Só ganho parabéns pela minha coragem”, relevou.

Questionado se pretende algum dia dar uma mãe para as meninas, ele respondeu: “Penso nas minhas filhas, madrasta não é mãe em muitos dos casos”.

Josimar e suas filhas, sobrinhas(os) e funcionárias – Foto: Josimar Rubem /Arquivo Pessoal

Para terminar, Josimar diz que fez e faz de tudo pelas filhas e pela família, que hoje é sustentada pelas vendas das merendas. “Eu deixo um conselhos para os leitores, que nunca desistam dos seus sonhos seja qual for tenha fé em Deus, lutas vem, pessoas negativas também vão aparecer, mas faça igual Jó, não dê ouvidos”, finalizou.

Por Equipe Repórter Manaós 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui