Início Cidade PREFEITURA CONVOCA SERVIDORES PARA TAPAR BURACO DA SAÚDE DO ESTADO

PREFEITURA CONVOCA SERVIDORES PARA TAPAR BURACO DA SAÚDE DO ESTADO

273
0

O prefeito Arthur Virgílio Neto anunciou nesta terça-feira, 21/5, em um vídeo no Facebook, a convocação emergencial de 60 profissionais para atuarem nas Unidades Básicas de Saúde do município. Ao todo, quatro enfermeiros e 56 técnicos em enfermagem, do cadastro reserva do Processo Seletivo Simplificado (PSS) nº 002/2017, ingressarão emergencialmente para suprir parte dos 232 servidores estaduais que serão exonerados no próximo dia 31 de maio.

A exoneração de 232, de um total de 240 servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Susam) que atuava em 21 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a contar do dia 31/5, foi publicada na Portaria nº 223/2019, da Susam, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), de 17 de abril. O prefeito anunciou que as medidas emergenciais também incluem o lançamento de mais um processo seletivo para a contratação de médicos e outros profissionais de saúde, com o objetivo de minimizar o prejuízo ao atendimento de usuários das UBSs.

“O governador, alegando pressão dos órgãos de controle, e em outro momento alegando a necessidade de convocar concursados, demitiu 232 servidores do Estado que atuavam em UBSs da prefeitura. Uma coisa extremamente grave, porque foi muito rápido, sem nos dar tempo para uma reação mais efetiva. Nossas UBSs ficam desvalidas em algum momento, mas faremos os remanejamentos internos para mantê-las funcionando”, afirmou Arthur.

Ele também salientou que a prefeitura possui servidores da saúde cedidos e que atuam em órgãos do Estado como a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), Fundação Hospital Adriano Jorge e Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon), entre outros. Mas, de acordo com o prefeito, nenhum servidor do município será retirado de órgãos de saúde do governo do Estado.

“É uma marca de minha personalidade e da nossa gestão não trabalharmos retaliações. Por isso, não vou tirar ninguém desses lugares e todo mundo cedido por nós continuará servindo ao Estado, porque não estão servindo ao governador e sim aos que padecem de câncer e de outras doenças. Nós vamos simplesmente tomar nossas providências para deixar funcionando os aparelhos municipais funcionando”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui