Início Cidade Zona Franca cresce de vento em popa

Zona Franca cresce de vento em popa

239
0

O Polo Industrial de Manaus (PIM) está com a corda toda. Faturou de janeiro a maio deste ano R$ R$ 40,82 bilhões. É nada mais nada menos do que o melhor resultado dos últimos seis anos. “Também estamos em um momento diferenciado em todo o País, na expectativa de que as diversas reformas macroeconômicas sejam efetivadas e que, com elas, nossa produtividade e competitividade possam ser aprimoradas e repercutam no estímulo à atividade econômica como um todo e na geração de emprego e renda para a nossa população. Acreditamos que os cenários são positivos e temos expectativas de excelentes resultados até o final deste ano”, avaliou o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes.

Nos cinco primeiros meses de 2019, o PIM comemorou o crescimento de 15 subsetores:  Duas Rodas, Metalúrgico e Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico se destacaram. O segmento de Duas Rodas faturou de R$ 6,13 bilhões

SUBINDO 

A produção de condicionadores de ar subiu consideravelmente no PIM. De janeiro a maio de 2019, cresceram os modelos split system (fabricação de 1.178.867 unidades e incremento de 8,98%) modelos de janela ou de parede em corpo único (fabricação de 93.857 unidades e aumento de 25,31%).

Os produtos do Polo de Duas Rodas subiram com a produção de  894.121 unidades de motocicletas, motonetas e ciclomotas (5,21% a mais) e de 327.929 unidades de bicicletas, inclusive, elétricas (crescimento de 16,46%).

Subiram os aparelhos receptores de posicionamento global por satélite (GPS), com a fabricação de 34.101 unidades e crescimento de 44,15%, e de receptores de sinal de televisão, com a produção de 2.211.972 unidades e incremento de 34,08%.

EMPREGOS 

No mês de maio, o Polo Industrial de Manaus empregou 83.650 trabalhadores. Outra mete de crescimento batida: 1,28% na comparação com o mês de abril (82.591 trabalhadores). A média mensal de mão de obra do PIM em 2019 chegou a 85.176 empregos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui