Início Mundo Boxeador porto-riquenho é condenado à prisão perpétuaO atleta foi considerado culpado pela...

Boxeador porto-riquenho é condenado à prisão perpétua
O atleta foi considerado culpado pela morte de sua ex-namorada grávida.

708
Boxeador porto-riquenho é condenado à prisão perpétua
Foto: reprodução

Neste sábado (04/11), o boxeador porto-riquenho Felix Verdejo, 30, foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de Keisha Rodriguez, 27, sua ex-namorada grávida. O crime ocorreu em maio de 2021.

Segundo uma testemunha, Verdejo deu um soco no rosto da jovem e com uma seringa, injetou na mulher uma substância não identificada. Ele também amarrou os braços e os pés da vítima com arame e, em seguida, jogou Keisha de uma ponte.

O boxeador se entregou às autoridades dias depois e ficou detido sem fiança. Ele foi acusado de sequestro e roubo de carro, que resultou na morte da ex-namorada e de um feto, além de usar e portar arma de fogo durante um violento crime. Um amigo de Verdejo, também foi acusado de ajudar no crime.

Atualmente o atleta é casado e tem uma filha pequena.

Verdejo foi destacado por representar Porto Rico nos Jogos Olímpicos de 2012 e tornou-se boxeador profissional naquele ano, competindo no peso leve. Foi apontado como uma joia de Porto Rico e sucessor de lendas como Felix Trinidad e Miguel Cotto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui