Início Política Ministério Público afirma que Adail Filho roubou R$ 100 milhões de Coari

Ministério Público afirma que Adail Filho roubou R$ 100 milhões de Coari

295
0

Empresas beneficiadas em licitações fraudulentas, desvios de recursos dos cofres públicos, esquema pesado de corrupção. A prisão do prefeito de Coari, Adail Filho, do presidente da Câmara, Keiton Batista; e do sócio da rede de supermercados Rodrigues,  Alexsuel Rodrigues, foi o assunto do dia no Amazonas.

A Operação Patrinus levou todo mundo em cana, em um esquema que desviou cerca de R$ 100 milhões do dinheiro do município. “Embora ele tenha se colocado à disposição, nós não temos garantia de que provas não seriam alteradas ou suprimidas, a partir do momento em que desencadeássemos essa investigação”, explicou a procuradora-geral Leda Mara, que foi além. “Essas fraudes ocorreram em vários contratos. Temos vários empresários envolvidos, nem todos privados de liberdade. Nós vamos chegar à conclusão de que parte deste recurso, que seria a favor da população, foi desviado para outros fins”, disse a procuradora-geral.

Operação Patrinus

Foram expedidos 70 mandados de busca pessoal e de busca e apreensão, cumpridos em domicílios, órgãos públicos e em sedes de empresas. A irmã do prefeito, Mayara Pinheiro, que foi vice prefeita dele e hoje é deputada estadual, também foi alvo da operação. Recentemente o MP solicitou a devolução de salários recebidos indevidamente pela dupla, filha de Adail Pinheiro, ex-prefeito que se envolveu em esquemas de corrupção e pedofilia na cidade do Gás Natural.

PREFEITO NEGA

Em nota, antes de se entregar, Adail negou as acusações e disse que nem deveria ser preso. Também garantiu que o processo mostrará que ele nunca roubou Coari, como afirma o MP. De acordo com o GAECO, o prefeito Adail Pinheiro ficará no Quartel do Batalhão de Choque da PM, localizado na estrada Torquato Tapajós, perto da barreira.

O policial militar foi encaminhado ao Comando Geral da PM, que deverá definir onde o mesmo ficará. Ainda não temos informação sobre o vereador presidente da Câmara. O empresário foi encaminhado para o Sistema Prisional.

PRESOS

Adail José Figueiredo Pinheiro (foragido).

Alexsuel Rodrigues, sócio AMS Rodrigues;
Fernando Lima, Sgt PM;
Keiton Batista, presidente da Câmara de Coari

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui