Início Mundo Morreu Lewis, o coala que australiana salvou das chamas

Morreu Lewis, o coala que australiana salvou das chamas

674
0
Foto: Divulgação

Toni Doherty estava a conduzir pelo meio da floresta na Nova Gales do Sul quando viu um coala no meio das chamas. Os seus gritos de desespero chegaram-lhe e a australiana não hesitou. Parou o carro, desceu, correu até ao animal, despiu a camisa e embrulhou-o nela para o proteger.

As imagens deste salvamento improvisado correram mundo. Mas esta não é uma história com final feliz. Lewis, como o coala foi batizado, teve de ser abatido uma vez que as queimaduras graves que sofreu no incêndio não estavam a melhora após uma semana no Hospital para Coalas Port Macquarie.

“O nosso principal objetivo era o bem-estar do animal. Foi com isso em mente que tomámos a decisão” de o abater, explicou à BBC a direção do Hospital.

Desde o início dos fogos, em Setembro, que cinco pessoas já morreram e uma enorme área de floresta foi destruída, com mais de 500 casas a terem sido engolidas pelas chamas. Os coalas têm sido também as grandes vítimas dos incêndios, que destruíram o seu habitat, com alguns especialistas a alertarem para o perigo de extinção da espécie.

Lewis foi uma das vítimas. Nas imagens do vídeo vê-se Toni a deitar-lhe água para cima, num esforço para refrescar o animal de 14 anos. O coala sofreu graves queimaduras no peito, nas patas e noutras zonas do corpo.

“Não imaginei que eles gritassem. Destroçou-me o coração e eu sabia que tinha de fazer alguma coisa para chegar ao pé dele o mais rapidamente possível”, explicou Toni ao Nine News.

Veja o vídeo:

O Hospital de Port Macquarie já tratou uma dezena de coalas desde o início dos incêndios que queimaram mais de um milhão de hectares só na Nova Gales do Sul.

Fonte: Life.DN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui