Início Destaque Agricultura familiar e Suframa: Chegou a hora da Agroindústria

Agricultura familiar e Suframa: Chegou a hora da Agroindústria

191
0
Foto: Divulgação

Está cada vez mais claro para o Superintendente da Suframa Alfredo Menezes, que o setor primário tem crescido produtivamente na região Norte. Com isso, na última quinta-feira (10), ele se reuniu com representantes do setor e agricultores para uma conversa amistosa. O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária (FAEA) Muni Lourenço, mostrou ao superintendente a potência no desenvolvimento da região. A informação é do Portal Maskate News. 

“A atuação do Superintendente Alfredo Menezes frente à Suframa  em pouco tempo tem apresentado resultados significativos para o desenvolvimento da região. A presença dos nossos produtores é demonstração de confiança e expectativa na sua palavra com seus acenos de que uma das prioridades da sua gestão, como o senhor [ Coronel Menezes] mesmo pontuou, é resgatar o desenvolvimento do Distrito Agropecuário”. Ao final da reunião, os produtores presentes também puderam tirar dúvidas com a equipe técnica da Suframa sobre demandas específicas.

O Superintendente Alfredo Menezes, acompanhado de seu Adjunto de Projetos, Gustavo Igrejas, e do coordenador-geral de Acompanhamento de Projetos Agropecuários, Sidnei Magalhães, mostrou que a prioridade do setor primário não é brincadeira. Depois de ter visitado Rio Preto da Eva no domingo passado, reuniu-se com representantes de entidades de classe e produtores daquele município que estão situados na área do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS). A reunião, organizada em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), é também um desdobramento da participação da Autarquia na 41ª Expoagro.

A questão fundiária

Um dos temas centrais foi a necessidade da regularização fundiária, que afeta diretamente no acesso ao crédito e ainda traz incertezas para o produtor, uma vez que o terreno não é de sua posse. O superintendente Menezes afirmou que este é um dos principais desafios da sua gestão e que já possui um plano estruturado. “Elaboramos um projeto, chamei as instituições e chegamos a um valor de um trabalho que demoraria em torno de doze meses fazer a regularização fundiária do nosso Distrito. Fui ao Ministério da Economia, mas hoje os nossos recursos estão escassos em decorrência do trâmite da reforma da Previdência, então me foi colocado que após a reforma eu voltaria para que possa ter uma solução. Estamos agora aguardando os próximos passos”.

Suframa abre escritório em Rio Preto

Em parceria com o prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza, a Suframa informou que está instalando um escritório no município. “A prefeitura nos cedeu um espaço, já designamos uma equipe e falta apenas ajustar a conexão de internet para que possam ser acessados os sistemas e possamos orientar os produtores com relação à legislação, que é umas das maiores dificuldades, principalmente do pequeno produtor”, disse o superintendente. Outra parceria em andamento é a criação de um distrito agroindustrial no município. “Duas semanas atrás levamos ao governador a proposta de um distrito agroindustrial em Rio Preto da Eva e ele determinou que fosse elaborado o projeto executivo, que é primeiro passo para então buscar captar recursos”.

Fonte: Maskate News 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui